Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Universo gamer

Digio mira e-Sports com patrocínio à equipe feminina B4 Angels

Marca quer contribuir com o desenvolvimento e o crescimento da diversidade dentro do universo gamer

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 21/10/2021, às 07h58

Com patrocínio, banco digital Digio quer ressignificar a presença feminina no mercado de e-Sports - Divulgação / Digio
Com patrocínio, banco digital Digio quer ressignificar a presença feminina no mercado de e-Sports - Divulgação / Digio

Com o objetivo de levar ao público experiências que conectam e trazem emoção no universo gamer e também apoiar iniciativas que promovam a diversidade, o banco digital Digio anunciou, nesta quarta-feira (20), um acordo de patrocínio à equipe B4 Angels. Composto apenas por mulheres, o time faz parte da B4 e-Sports, uma das principais organizações do segmento gamer do Brasil.

Pelo contrato, o Digio estampará sua logomarca nos uniformes de todos os times da B4 (LoL: Wild Rift, PUBG e Valorant, entre outros), com foco nas mulheres. Além disso, fará ações nos canais de mídias sociais da equipe, com ativações com influenciadores e lives. Ao longo dos próximos meses, também serão anunciadas programações para outros grandes projetos.

"O Digio tem se aproximado de diversas ações dentro do universo gamer porque quer ser um viabilizador de experiências, levar emoção e felicidade para os participantes. Nesse caso, acreditamos que apoiar ações como essa, que coloca os diferentes grupos no centro, é um passo a mais para contribuir com o desenvolvimento e o crescimento da diversidade dentro do ecossistema gamer. Com a B4, vamos contar histórias inspiradoras e empoderar mulheres dentro dos games e dos e-Sports", comentou Loreta Caporrino, head de marketing do Digio.

De acordo com o banco digital, a ideia de apoiar a B4 Angels se dá pela presença ainda reduzida de mulheres cis, trans e não binárias em grandes competições de e-Sports, que ainda enfrentam diversos desafios na luta por inclusão e representatividade. Segundo uma pesquisa da Game Brasil, atualmente 51,5% dos gamers brasileiros são representados por mulheres, o que demonstra um grande interesse delas pelo tema.

"Estamos imensamente animados com essa parceria. O mercado de games para mulheres é claramente um desafio, seja como pro player, seja na área de negócios. Os dados comprovam que existe um histórico grande sobre assédios e preconceitos, principalmente dentro das plataformas de jogos. Os chats chegam a ser cruéis. Por isso, estamos felizes em poder levantar essa bandeira na B4, junto do Digio. As meninas são incríveis e com histórias megainspiradoras. Vamos ressignificar a presença feminina no mercado de e-Sports", resumiu Eduardo Abrão, sócio e head de parcerias e projetos da B4 e-Sports.