Outros

Empresa de cannabis patrocinará Mike Tyson x Roy Jones Jr.

por Redação
A
A

O aguardado retorno de Mike Tyson aos ringues, na luta de exibição contra Roy Jones Jr., no próximo sábado (28), terá o patrocínio da empresa Weedmaps, que criou uma solução de tecnologia para conectar pacientes que fazem tratamento medicinal com cannabis. A empresa foi anunciada como patrocinadora oficial da luta, que será transmitida mundialmente e, no Brasil, terá transmissão da TV Globo.

O duelo no Staples Center, em Los Angeles, tem atraído a atenção de marcas e da mídia. Tyson (54 anos) e Jones (51) receberão cerca de US$ 50 milhões para participarem do desafio, que seria realizado no dia 12 de setembro no Dignity Health Sports Park, em Carson, e foi adiado para o final de novembro no Staples Center para aprovetiar melhores oportunidades comerciais.

Como patrocinadora oficial, a marca da Weedmaps estará presente durante todo o evento, que inclui a disputa de três lutas, sendo a última a principal. Os duelos serão fechados para o público. Assim, as ativações de marca ficarão restritas à exposição no ringue, na tela da transmissão ao vivo, no vestiário e na sala de imprensa, locais em que os atletas serão filmados.

publicidade
Cartaz da luta entre Mike Tyson e Roy Jones Jr., que acontece no sábado (28)
Cartaz da luta entre Mike Tyson e Roy Jones Jr., que acontece no sábado (28)
publicidade

"A Weedmaps está em êxtase por ser o patrocinador oficial do tão esperado retorno de Mike Tyson ao ringue. Reconhecemos que este é um grande momento para a indústria em geral e, por meio deste patrocínio, esperamos apresentar um novo público ao Weedmaps, bem como chamar a atenção para algumas das conversas importantes que acontecem em torno da cannabis hoje. Este é apenas um dos muitos passos que estamos tomando proativamente para quebrar estigmas, promover a igualdade social e encorajar todos a se juntarem a nós na luta pela mudança", disse em comunicado Juanjo Feijoo, diretor de marketing da Weedmaps.

Além de patrocinar a luta, a empresa, que tem sede na Califórnia, vai criar um conteúdo exclusivo que será narrado pelo rapper Nas. A ideia, com ele, é promover o debate sobre "racismo sistêmico, legalização da cannabis e mais".

O acerto da Weedmaps com a luta foi celebrado por Tyson, que atualmente tem como maior fonte de receita o Rancho Tyson, uma grande área em que ele produz maconha para utilização medicinal. 

"É ótimo voltar ao ringue depois de 15 anos e estou emocionado que Weedmaps seja o patrocinador principal deste momento notável em minha carreira. Sou um defensor orgulhoso da legalização da cannabis, então esta parceria com a Weedmaps é particularmente importante para mim. Este é um momento significativo para a indústria da cannabis, e estou empenhado em fazer a minha parte para lutar pela mudança", disse o lutador.

A luta dele com Jones Jr. é o primeiro evento de uma série criada pela "Mike Tyson’s Legends Only League", um novo empreendimento esportivo de propriedade de Tyson e do grupo de criação de empreendimentos globais Eros Innovations. Por ser um evento de apresentação, os lutadores foram instruídos a não tentar nocautear uns aos outros. Se um dos boxeadores sofrer um corte feio ou qualquer outra lesão, a luta será imediatamente interrompida. Também não serão permitidas apostas no evento.

publicidade

Por audiência, Athletico terá Twitch e Porta dos Fundos contra Flamengo