Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / FIFA 21

Ibrahimovic compra briga com EA Sports por uso de imagem

Redação Publicado em 26/11/2020, às 14h04

Imagem Ibrahimovic compra briga com EA Sports por uso de imagem

Ibrahimovic parece não estar feliz com a maneira que a EA Sports vem usando a sua imagem no videogame Fifa 21. O jogador usou as redes sociais para dizer que estaria sendo enganado por uma manobra de contrato.

“Quem deu permissão ao "Fifa EA Sport" para usar meu nome e rosto? Fifpro? Não sei se sou membro do Fifpro e, se for, fui colocado lá sem nenhum conhecimento real por meio de alguma manobra estranha. E com certeza nunca dei autorização a Fifa ou a Fifpro para ganhar dinheiro às minhas custas”,  escreveu ele pelo Twitter.

“Alguém está lucrando com meu nome e rosto sem nenhum acordo durante todos estes anos”, escreveu o atacante do AC Milan, cujo tweet foi seguido por uma resposta de Bale do Tottenham Hotspur, que publicou o hashtag '#TimeToInvestigate' [Hora de investigar].

Segundo a BBC, outros jogadores e agentes ao redor do mundo estão procurando aconselhamento jurídico para esclarecer se têm direito a indenização, o que relata que uma reclamação semelhante foi apresentada contra a EA Sports por jogadores no Brasil no início deste ano. Nesse caso, os jogadores conseguiram um acordo de 6,5 milhões de reais.

Aqui no Brasil, no entanto, a situação foi diferente. A maioria dos times possuem acordo com a Konami, desenvolvedora do Pro Evolution Soccer, assim como os campeonatos. Dessa forma, a EA não poderia ter usado nomes e imagens dos jogadores brasileiros, com exceção daqueles que fazem parte da seleção brasileira.

Ao site espanhol "Mundo Deportivo", a EA Sports, dona do game, afirmou que possui o direitos de todos os esportistas presentes.

“Para ser bem claro, temos os direitos contratuais de incluir a imagem de todos os jogadores atualmente em nosso videogame. Como já dissemos, adquirimos essas licenças diretamente de ligas, times e jogadores individuais”, rebateu a empresa, que ainda revelou como faz seus contratos.

“Além disso, trabalhamos com a FIFPro para garantir que possamos incluir o máximo de jogadores possível para criar o videogame mais realista. Nesses casos, nossos direitos de sósia de jogador são concedidos por meio de nosso contrato de clube com o AC Milan e nossa parceria exclusiva contínua com a Premier League, que inclui todos os jogadores do Tottenham Hotspur”,  encerrou a empresa.