Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Baratinho

IMG compra o Mutua Madrid Open de tênis

Agência de marketing esportivo, que já era dona do Miami Open e do Rio Open, passa a controlar torneio espanhol

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 07/12/2021, às 11h41 - Atualizado às 11h43

Madrid Open de tênis passará a ser controlado pela IMG, mas aprovação ainda depende de ATP e WTA - Divulgação
Madrid Open de tênis passará a ser controlado pela IMG, mas aprovação ainda depende de ATP e WTA - Divulgação

A gigante do marketing esportivo IMG decidiu investir novemente no tênis espanhol. A empresa do grupo Endeavor anunciou que chegou a um acordo com a Ion Tiriac para adquirir 100% do Grand Slam Ltda., empresa que detém o Mutua Madrid Open de tênis e o Acciona Open da Espanha de golfe. Os termos econômicos da operação não foram divulgados, mas a empresa vinha sofrendo com os impactos da pandemia e tido prejuízo nos últimos dois anos.

A venda deverá ser concluída apenas no primeiro trimestre de 2022, quando a ATP e a WTA, órgãos gestores do tênis masculino e feminino, respectivamente, aprovarem a mudança de titularidade dos Masters 1000 e WTA 1000. A razão para isso é que a IMG já administra vários torneios do circuito profissional, incluindo o Miami Open e o Rio Open, entre outros.

O anúncio da compra surge depois que a Iron Tiriac fez um investimento de € 900 mil na Grand Slam Ltda., com o objetivo de compensar os prejuízos acumulados entre 2019 e 2020. A empresa perdeu € 4,38 milhões no primeiro ano da Covid-19, que se somaram aos € 230 mil do ano anterior. Os dados de 2021 ainda não foram computados.

A situação financeira da empresa era preocupante. Só para se ter uma ideia, a pandemia fez com que o volume de negócios da Grand Slam caísse de € 43,8 milhões para meros € 375,5 mil neste ano.

A mudança de propriedade não envolverá a renovação da equipe de gestão, uma vez que Gerard Tsobanian continuará liderando o evento e será integrado à estrutura da IMG como vice-presidente sênior de eventos.

“Ele e sua equipe continuarão supervisionando o dia a dia do Mutua Madrid Open como parte da divisão de eventos de tênis global da IMG, liderada por Gavin Forbes“, explicou a IMG, em nota.

Para Sam Zussman, copresidente de mídia e eventos da IMG, a compra do Mutua Madrid Open representa “uma forte adição ao nosso portfólio de eventos globais e negócios de tênis, que agora contará com dois dos três eventos combinados obrigatórios em ambos os torneios”, disse, referindo-se ao Miami Open, que também é organizado pela empresa.

A IMG tinha saído do tênis espanhol depois de perder a gestão do Barcelona Open Banc Sabadell para o grupo Tennium. A agência manterá os contratos vigentes para a competição em Madri, tanto que o uso da “Caja Magica” para os jogos está assegurado até 2030, depois que houve um acordo com a prefeitura da capital espanhola.

Anualmente, a IMG pagará € 9 milhões para fazer o torneio no espaço, que receberá investimentos de outros € 18 milhões para melhorar o local atual e construir um novo estádio com capacidade para 10 mil espectadores. A empresa pública “Madrid Destino” também fará um investimento de € 43,7 milhões em melhorias no espaço.

O anúncio da compra do Madrid Open acontece pouco depois da divulgação do balanço do grupo Endeavor, dono da holding formada por WWE-IMG e UFC. Apenas no terceiro trimestre do ano, a empresa faturou € 252,5 milhões, sendo que, até setembro, a receita de seus negócios esportivos aumentou para € 727 milhões.