Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Parceiros

Máquina Explica: Por que o Mercado Livre passará a ter loja da Nike

União entre as duas gigantes atende interesses estratégicos recentes das marcas no Brasil

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 25/10/2021, às 12h06 - Atualizado às 12h10

Nike passará a ter uma loja oficial dentro do Mercado Livre a partir de novembro - Divulgação
Nike passará a ter uma loja oficial dentro do Mercado Livre a partir de novembro - Divulgação

O Mercado Livre e a Nike anunciaram um acordo para abrigar uma loja oficial da gigante de material esportivo no Brasil. A parceria inédita tem, por trás, uma estratégia para ampliar as vendas da Nike no país e, ao mesmo tempo, consolidar a força do e-commerce do Mercado Livre.

O acordo foi oficializado nesta segunda-feira (25). A partir de agora, haverá uma loja oficial da Nike dentro do Mercado Livre, que conta com quase 76 milhões de usuários ativos. A loja venderá calçados, itens de vestuário e acessórios da marca americana.

O acerto entre as duas empresas consolida as estratégias recentes das duas marcas. O Mercado Livre tem se aproximado do segmento esportivo desde o início da pandemia, quando houve um aumento na procura por roupas de esporte, já que as pessoas passaram a ficar mais tempo dentro de suas casas. Além disso, a empresa passou a patrocinar o Flamengo, criando a loja oficial do clube na plataforma e, ainda, do atacante Gabigol.

“Em 2021, registramos um crescimento de 50% nas verticais de moda e esporte na plataforma em relação ao ano passado, fato que nos mostrou ainda mais a importância, potencial e necessidade dessa parceria, que vem com excelentes expectativas”, afirmou o vice-presidente sênior do Mercado Livre no Brasil, Fernando Yunes.

Segundo estudo interno do Mercado Livre, as lojas oficiais dos segmentos de moda e esportes crescem, em média, 69,9% por ano, e geram um aumento de 41% de conversão nas vendas. “Vemos um grande potencial de negócios com essa união. A parceria vai ao encontro do objetivo do Mercado Livre de fornecer uma excelente jornada de compra, associada ao sortimento mais completo da internet e à confiança de se comprar em um ambiente seguro e confiável”, completou Yunes.

Já a Nike tem, desde antes da pandemia, trabalhado para a ampliação das plataformas de e-commerce. No Brasil, após a venda para o Grupo SBF da operação da empresa, resultando na criação da marca Fisia, a estratégia segue a ser para aumentar as vendas digitais.

“Essa parceria com o Mercado Livre reforça a estratégia da Nike de ampliar e diversificar os canais de vendas on-line, se aproximando assim ainda mais do consumidor brasileiro. A partir dessa nova loja oficial, temos potencial de atender um grande número de novos consumidores, já que menos de 1% dos usuários do Mercado Livre compram produtos no nosso e-commerce”, disse Karsten Koehler, diretor geral da Fisia.