Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Corrida

Mizuno foca amortecimento e estabilidade com novo tênis Creation 22

Redação Publicado em 08/02/2021, às 03h17

Imagem Mizuno foca amortecimento e estabilidade com novo tênis Creation 22

A Mizuno apresentou, nesta sexta-feira (5), o novo modelo da família Creation, tradicional tênis de corrida de rua da marca japonesa. Com nível máximo da tecnologia Infinity Wave, o tênis chega à sua 22ª versão com foco no amortecimento e na estabilidade, além de garantir uma durabilidade até três vezes maior aos consumidores.

De acordo com a Mizuno, o principal destaque do Creation 22 é mais uma vez a tecnologia Infinity Wave, já conhecida pelo formato já consagrado e que sempre tenta valorizar ainda mais o design. Criada pela marca, a tecnologia tem foco total no amortecimento, que, segundo a fabricante, é até cinco vezes superior a outras tecnologias.

Novo modelo lançado pela Mizuno (Foto: Divulgação)

Atualizações também estão presentes no novo modelo. O cabedal projetado com Jacquard Mesh dá maior respirabilidade aos pés e apresenta um visual mais esportivo. Na altura do logotipo da Mizuno, há o TPU Cage, um cabedal pensado e construído pela marca para proporcionar maior estabilidade. Já na área do calcanhar, o material PU Pillar é um dos responsáveis pela durabilidade, estabilidade e absorção de impacto.

Vale lembrar que a primeira versão do Mizuno Wave Creation foi criada em 2003 com um design considerado moderno e arrojado para a época. Todas as tecnologias empregadas davam ao modelo características necessárias para pessoas que praticavam caminhadas e corridas. Com o passar do tempo, os modelos ganharam uma série de evoluções tecnológicas.

Por ter sido o primeiro modelo a incorporar a tecnologia Infinity Wave, o Creation acabou se transformando em um dos tênis mais importantes da Mizuno no mercado brasileiro. Até por isso, o tênis é o primeiro a ser lançado após a Vulcabrás ter concluído a primeira etapa do processo para adquirir as operações da fabricante japonesa no Brasil, notícia que foi veiculada pela Máquina do Esporte nesta quinta-feira (4). O acordo será válido até 2033.