Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Cartões colecionáveis

MLB encerrará parceria de 74 anos com a Topps para fechar com a Fanatics

Redação Publicado em 20/08/2021, às 17h39

Imagem MLB encerrará parceria de 74 anos com a Topps para fechar com a Fanatics

A Major League Baseball (MLB) e a MLBPA (Sindicato dos Jogadores da MLB) encerrarão uma parceria de 74 anos com a Topps, empresa americana conhecida por fabricar cartões colecionáveis. A companhia produz cartões da MLB desde 1951 e chegou a receber uma licença exclusiva da liga em 2009.

De acordo com diversos veículos de comunicação dos Estados Unidos, o motivo para o término da parceria é o fato de a MLB estar se associando a uma nova empresa controlada pela varejista Fanatics, gigante do mercado esportivo on-line americano. Como o último acordo renovado com a Topps tem validade até 2025, será a partir desse ano que o acordo com a Fanatics entrará em vigor.

Reprodução

Segundo o site Sportico, Tony Clark, diretor executivo da MLBPA, teria dito aos atletas da MLB que um acordo com a Fanatics seria uma das várias novas parcerias fechadas pelo sindicato que poderiam gerar cerca de US$ 2 bilhões nos próximos 20 anos. A publicação ainda revelou que a Fanatics daria uma participação acionária em sua nova empresa de cartões colecionáveis à MLB e à MLBPA como parte do acordo.

Por fim, o Sportico informou também que a gigante varejista americana já abriu conversas com a NBA, a NBPA (Sindicato dos Jogadores da NBA) e a NFLPA (Sindicato dos Jogadores da NFL). Nos três casos, a atual parceira exclusiva do segmento de cartões colecionáveis é a Panini.

Vale ressaltar que a Fanatics mais do que triplicou seu valor no ano passado e espera gerar US$ 3,4 bilhões em receitas até o final de 2021. Atualmente, a empresa está avaliada em US$ 18 bilhões no mercado.

Pelos lados da Topps, a empresa foi avaliada em US$ 1,3 bilhão no último mês de abril, mas a perda do acordo com a MLB impactaria de forma pesada nesse valor. Além da liga de beisebol, a companhia ainda possui parcerias com a NHL e a MLS.