NFL+ estreia em 4 de agosto com dois modelos de assinatura

Menos de meio ano depois de anunciar que pretendia lançar um canal próprio de streaming, a NFL, principal liga esportiva do mundo, confirmou o lançamento do NFL+, seu serviço de assinatura de streaming exclusivo.

O serviço funcionará com dois modelos de assinatura: um pacote mais básico, ao custo de US$ 4,99 mensais, e outro “premium”, com acessos a mais conteúdos, com mensalidade de US$ 9,99. Os dois pacotes também podem ser pagos anualmente (US$ 39,99 o NFL+ e US$ 79,99 o NFL+ Premium).

“Hoje marca um dia importante na história da National Football League com o lançamento do NFL+. Os fãs de futebol apaixonados e dedicados são a força vital da NFL, e poder alcançá-los e interagir com eles em várias plataformas é incrivelmente importante para nós. Esperamos continuar a crescer a NFL+ e aprofundar nosso relacionamento com fãs de todas as idades e demografias, fornecendo-lhes acesso a uma enorme quantidade de conteúdo da NFL, incluindo o conteúdo mais valioso da indústria de mídia: jogos da NFL ao vivo", disse o comissário da NFL Roger Goodell, ao anunciar o serviço.

O NFL+ é, nas palavras da liga, “a próxima evolução da oferta direta ao consumidor da NFL, com base no que a liga desenvolveu com o NFL Game Pass”. Como já havia sido adiantado na última semana, o NFL+ está disponível dentro do aplicativo da NFL.

O serviço básico de streaming permitirá ao fã acompanhar jogos locais e no horário nobre ao vivo em dispositivos móveis e tablets, jogos de pré-temporada fora do mercado ao vivo em todos os dispositivos, transmissão em áudio do jogo ao vivo em toda a temporada, além de acesso ao acervo de mídia da NFL sob demanda e sem anúncios.

A assinatura premium dá direito, além de todos os recursos do pacote básico, o acesso, sem publicidade, aos replays de jogos na íntegra e em melhores momentos, além da série All-22 Coaches Film. O serviço de streaming começa a funcionar na quinta-feira, dia 4 de agosto, com o jogo do Hall da Fama da NFL.