Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Negócios

Octagon será agência do UFC no Brasil

Redação Publicado em 16/08/2021, às 14h42

Imagem Octagon será agência do UFC no Brasil

O UFC acertou um acordo e passará a ter a Octagon Brasil como agência de marketing no mercado brasileiro. Com o negócio, a agência que tem Ronaldo como sócio será responsável pela parte estratégica, de mídia e ativações da liga de artes marciais mistas no Brasil.

O contrato foi assinado em maio. Nos últimos meses, a Octagon promoveu uma imersão no universo das artes marciais para entender melhor o comportamento dos fãs e estabelecer as metas do trabalho.

“O Brasil é o berço do MMA global, e o desafio de trabalhar com o grande mercado consumidor da modalidade no país é a cara da Octagon: somos movidos por paixão em todos os nossos projetos. Tão logo assinamos contrato com o UFC, imergimos na comunidade para traçarmos as melhores estratégias e transformarmos as metas em resultados. Estamos comprometidos em estreitar ainda mais a relação entre os fãs e o esporte”, disse Anna Kojo, diretora de projetos.

Reprodução

Um dos principais objetivos da parceria é aumentar a base de fãs do UFC no Brasil. Um dos focos será a partir de ações VIPs, reforçando o relacionamento com os clientes VIP Experience, ativando influenciadores e fomentando ações sociais dos atletas.

“O UFC no Brasil está em constante evolução, sempre buscando a melhor e mais inovadora conexão com a nossa base de fãs. Temos diversos pontos de contato com nossos consumidores, e a Octagon nos ajudará a criar as melhores experiências para cada um deles”, afirmou Daniel Mourão, diretor sênior de marketing do UFC.

A liga de lutas também trabalhará diretamente com a nova área da Octagon, chamada de “Canais e Conexos”, que usa inteligência de dados para transformar as informações em insights estratégicos para as campanhas e projetos dos clientes. Para Cláudia Mendes, diretora da área, será a oportunidade de apresentar ao mercado a importância dessas análises.

“Vamos trazer maior atuação na estratégia de canais e criação de novas audiências para o UFC. A marca possui fãs com diferentes comportamentos e diferentes momentos de consumo do esporte. É aí que atuaremos de forma granular e customizada para oferecer os melhores conteúdos com assertividade para os públicos distintos. Com o uso de dados, passamos a reconhecer nossos fãs e oferecer soluções criativas à marca, que pode ir além da mídia em si. É uma oportunidade também para mostrar que essa área da Octagon, apesar de nova, é essencial para a própria empresa, para o cliente e para o mercado”, explicou a executiva.