Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Patrocínio

Pepsi sai, e NFL quer US$ 50 milhões no Show do Intervalo do Super Bowl

Empresas de tecnologia são principais candidatas a assumir propriedade comercial

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 22/02/2022, às 11h12 - Atualizado às 11h20

Show do Intervalo é tão esperado quanto o próprio jogo em si no Super Bowl - Kathryn Riley / NFL
Show do Intervalo é tão esperado quanto o próprio jogo em si no Super Bowl - Kathryn Riley / NFL

A NFL procura um novo patrocinador para o Show do Intervalo do Super Bowl. Nos últimos dez anos, a propriedade pertenceu à Pepsi, mas o contrato está próximo de ser encerrado, e a empresa não irá renová-lo.

O Show do Intervalo é um dos momentos que mais atrai atenção no Super Bowl. Por conta disso, a NFL busca alguém disposto a pagar entre US$ 40 milhões e US$ 50 milhões por ano para expor sua marca durante o evento que dura cerca de 15 minutos. A informação é do site Sports Business Journal.

Os principais candidatos ao investimento são empresas de tecnologia. A Amazon recentemente fez grandes investimentos no universo esportivo e está de olho. A operadora de telefonia Verizon, por sua vez, já é patrocinadora do Show do Intervalo e poderia se tornar a principal apoiadora. A AT&T também estaria interessada.

O contrato da Pepsi com a NFL foi assinado em 2012 e está avaliado em cerca de US$ 2,3 bilhões. Esse montante, porém, inclui muitas outras propriedades, além do Show do Intervalo em si. Antes da Pepsi, a Bridgestone era a patrocinadora do evento e pagava até US$ 10 milhões por ano.