Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Finanças

Receita da Nike chega a US$ 12,2 bilhões no primeiro trimestre do ano fiscal

Empresa lucrou US$ 1,87 bilhão no período, uma alta de 23% em comparação com o ano anterior

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 28/09/2021, às 08h44

Receita da companhia avançou 16% no comparativo trimestral, para US$ 12,25 bilhões - Reprodução
Receita da companhia avançou 16% no comparativo trimestral, para US$ 12,25 bilhões - Reprodução

A Nike alcançou grandes resultados no primeiro trimestre fiscal de 2022 (que significa junho, julho e agosto de 2021). A empresa, que tem seu ano fiscal de maio a maio, lucrou US$ 1,87 bilhão no período, o que representa alta de 23% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

A receita da companhia avançou 16% no comparativo trimestral, para US$ 12,25 bilhões. Considerando base cambial neutra, o avanço foi de 12%. O resultado foi impulsionado pelo crescimento do canal de vendas diretas ao consumidor Nike Direct. Essas vendas diretas aumentaram 28%, para US$ 4,7 bilhões, enquanto as lojas físicas próprias cresceram 24% e atingiram o patamar pré-pandemia.

As vendas da marca carro-chefe da companhia somaram US$ 11,6 bilhões, crescimento de 12%, impulsionadas pela expansão na América do Norte, América Latina e pela região que compreende a Europa, Oriente Médio e África.

A companhia, no entanto, também registrou alta em suas despesas. Somadas, as despesas administrativas e de vendas chegaram a US$ 3,6 bilhões, alta de 20%, enquanto as despesas gerais cresceram 15%, para US$ 2,7 bilhões. A Nike explicou que o resultado reflete um aumento de despesas relacionadas a salários, investimentos em tecnologia e custos variáveis da venda direta ao consumidor.