Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Outros / Deu Ruim

Valor de indústria do esporte da China cai 7,2% com pandemia

Montante do setor chega a US$ 431 bilhões e frustra plano do governo para crescimento

Redação Publicado em 05/01/2022, às 11h19

Proibição do governo chinês em receber competições por conta da pandemia impactou negativamente nas finanças - Divulgação
Proibição do governo chinês em receber competições por conta da pandemia impactou negativamente nas finanças - Divulgação

O valor da indústria esportiva chinesa caiu 7,2% em 2020, de acordo com o Escritório Nacional de Estatísticas da China. O montante está em US$ 431 bilhões (R$ 2,45 trilhões), contra US$ 464 bilhões (R$ 2,63 trilhões) em 2019, antes do início da pandemia.

Esses números levam em conta uma ampla gama de áreas relacionadas à indústria do esporte, incluindo fábricas de material esportivo, construção de arenas, meios de comunicação e atividade física e de lazer.

O setor que mais contribuiu para o valor da indústria do esporte da China foi o de serviços, com 51,6% do total movimentado.

A queda nos números foi atribuída à pandemia da Covid-19, que fez a China cancelar eventos internacionais e paralisar competições domésticas.

A Fórmula 1 e torneios da WTA e ATP, que têm etapas em solo chinês, não foram realizados no ano passado devido à proibição do governo de realizar competições. Com isso, o valor arrecadado pelas instalações esportivas caiu 20,2%. Empresa de promoção de eventos e publicidade relacionadas ao esporte caíram 16,9%. Bens esportivos tiveram queda de 8,1%.

O maior crescimento foi em mídia esportiva e serviços de informação, com aumento de 18,9%. A segunda área com melhor desempenho foi educação e treinamento esportivo, com elevação de 5,7%.

Os números são um golpe para o governo da China, que tem como objetivo fazer a indústria do esporte do país chegar ao montante de US$ 787 bilhões (R$ 4,46 trilhões) até 2025. Antes da pandemia, a Administração Geral do Esporte da China havia anunciado um plano de lançar um fundo de investimentos para a indústria do esporte apoiado pelo governo para impulsionar empresas do setor.