Maquinistas: A liderança feminina cresce no esporte

Pós-graduada em gestão esportiva, Mônica Esperidião foi responsável pelo marketing esportivo da Vivo durante anos, vivendo inclusive a experiência da na Copa do Mundo de 2014.
Créditos: Maquina do Esporte

Pós-graduada em gestão esportiva, Mônica Esperidião foi responsável pelo marketing esportivo da Vivo durante anos, vivendo inclusive a experiência da na Copa do Mundo de 2014. Depois, migrou para a Espanha e fez mais uma pós-graduação na área, quando passou a empreender. O motivo? A falta de liderança feminina no esporte.

Hoje, Mônica cuida do marketing da Leadership Woman Football, plataforma que trata da presença feminina em cargos de liderança no esporte. Ela conta como as mulheres podem ter mais presença na liderança esportiva e fala das diferenças e semelhanças do esporte como negócio na Espanha e no Brasil.

Ouça o podcast clicando aqui.