Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Tóquio 2020 / Três vezes Austrália?

Brisbane está próxima de ser sede dos Jogos Olímpicos de 2032

Redação Publicado em 14/06/2021, às 13h50

Imagem Brisbane está próxima de ser sede dos Jogos Olímpicos de 2032

A cidade de Brisbane, na Austrália, está prestes a ser confirmada como a sede dos Jogos Olímpicos de 2032, após ter sido apresentada à fase final do processo de seleção pela diretoria executiva do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A decisão da diretoria executiva foi baseada em um relatório da futura Comissão Anfitriã, que fez uma análise detalhada do projeto de Brisbane 2032 nos últimos meses. De acordo com o site britânico SportsPro Media, o COI pode anunciar a capital do estado de Queensland como sede dos Jogos Olímpicos já no próximo mês. Antes do início de Tóquio 2020, em 23 de julho, os membros do COI votarão sobre a proposta na 138ª sessão do Conselho Diretor na capital japonesa, em 21 de julho.

"O esporte é visto por muitos governos em todo o mundo como essencial para o desenvolvimento a longo prazo de seus países e regiões. O projeto olímpico de Brisbane 2032 mostra como líderes que pensam no futuro reconhecem o poder do esporte como uma forma de alcançar legados duradouros para suas comunidades", disse Thomas Bach, presidente do COI.

Entre os principais pontos do plano diretor do projeto olímpico e paralímpico de Brisbane 2032 estão a utilização de 84% dos locais existentes e temporários. Os locais restantes serão entregues com bastante antecedência e de forma independente dos Jogos para atender às necessidades das áreas de rápido crescimento populacional.

Os organizadores delinearam um compromisso com a sustentabilidade e com o evento centrado no clima e nos atletas. Como consequência, beneficiaram-se de um forte apoio dos três níveis de governo, da população australiana e do setor privado.

Vale lembrar que, em abril, a candidatura de Brisbane aos Jogos Olímpicos recebeu um apoio significativo depois que o governo federal australiano confirmou que dividiria os custos com o estado de Queensland. O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, garantiu que o governo arcaria com metade dos custos de Brisbane para sediar o evento, caso a cidade fosse confirmada como anfitriã.

Espera-se que a parte do governo federal no financiamento chegue aos bilhões, significativamente mais do que sua contribuição de US$ 116 milhões para os Jogos de Sydney 2000.

No passado, uma cidade anfitriã era selecionada cerca de sete anos antes dos Jogos que lhe fossem concedidos. Mas o COI se moveu para reformar este processo como parte dos esforços para reduzir os custos para potenciais concorrentes e para diminuir o número de propostas perdidas. O COI diz que sua abordagem revisada, mais direcionada e flexível para as futuras sedes, está permanentemente aberta ao "diálogo exploratório e sem compromisso contínuo com as partes interessadas".

Caso Brisbane seja confirmada para 2032, será a terceira vez que a Austrália receberá os Jogos Olímpicos em toda a história. A primeira ocorreu em Melbourne 1956, enquanto a segunda foi em Sydney 2000.