Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Tóquio 2020 / Marketing

Bronze em Tóquio, Alison dos Santos ganha caminhão de refrigerante em ação da Itubaína

Redação Publicado em 13/08/2021, às 18h57

Imagem Bronze em Tóquio, Alison dos Santos ganha caminhão de refrigerante em ação da Itubaína
Divulgação / Itubaína

Antes de cair nas graças do torcedor brasileiro pelo desempenho nas pistas e o carisma nas entrevistas, Alison dos Santos, o Piu, havia comentado que era fã de Itubaína, tradicional refrigerante criado no interior de São Paulo. Depois de ganhar a medalha de bronze na prova dos 400 metros com barreiras nos Jogos Olímpicos de Tóquio, o atleta voltou a falar do produto, dizendo que comemoraria o feito com "a família, truco e Itubaína". Então, a Heineken Brasil, dona da marca desde 2017, decidiu fazer uma ação para celebrar a paixão do medalhista olímpico pelo refrigerante.

Nesta sexta-feira (13), sem que Alison dos Santos soubesse, foi entregue na porta da casa do atleta, em São Joaquim da Barra, no interior de São Paulo, um caminhão cheio de Itubaína. Além da imensa quantidade de refrigerantes, o atleta ainda ganhou mais 117 quilos de produtos da Seara, que se juntou à Heineken para a ação. 

A escolha da data para a entrega não foi em vão. Até esta sexta-feira (13), qualquer empresa que não fosse patrocinadora do Comitê Olímpico Internacional (COI) ou do Comitê Olímpico do Brasil (COB) não poderia fazer qualquer ação com atletas que estiveram nos Jogos de Tóquio.

"A Itubaína é uma marca amada e que tem forte conexão emocional com as pessoas. Todos nós torcemos muito e nos emocionamos com a conquista dele. Carismático, jovem, bem-humorado e amante da música brasileira, nós vimos no atleta uma personalidade inspiradora que tem tudo a ver com a nossa marca. Então, nós vimos uma grande oportunidade para fazer uma surpresa e mostrar que também somos fãs do Alison", explicou Bruno Piccirello, gerente de marketing do grupo Heineken Brasil.

Alison poderá aproveitar o caminhão para encerrar uma promessa feita por ele e pelo amigo Wesley Victor, o Biscoito, que também é barreirista. No início de 2020, ou seja, há mais de um ano e meio atrás, os dois fizeram um juramento de ficar sem o refrigerante até que os objetivos combinados fossem cumpridos. Agora, poderão tomar a quantidade que tiverem vontade.

Apesar da surpresa, a Heineken não informou se pensa em fechar algo comercial com o atleta, como um patrocínio, por exemplo. O mesmo se aplica à Seara. Em Tóquio 2020, Alison dos Santos se tornou o primeiro atleta brasileiro a alcançar o pódio em uma prova individual de pista no atletismo em 33 anos. Os últimos haviam sido Joaquim Cruz (prata nos 800m) e Robson Caetano (bronze nos 200m), ambos em Seul 1988.