Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Tóquio 2020 / Jogos Tech

COB lança aplicativo do Canal Olímpico para celebrar início de Tóquio 2020

Erich Beting Publicado em 23/07/2021, às 18h31

Imagem COB lança aplicativo do Canal Olímpico para celebrar início de Tóquio 2020

O aplicativo terá também sessões informativas com tutorias sobre os esportes olímpicos, além de um quadro especial sobre as mulheres da delegação. Para Guilherme Figueiredo, CEO da NSports, os Jogos Olímpicos trarão um momento único para a plataforma.

“Acompanhar o Time Brasil e ter acesso exclusivo aos atletas e a toda a delegação brasileira durante a maior celebração do esporte mundial, é um privilégio. Agradeço ao Comitê Olímpico do Brasil pela oportunidade de, mais uma vez, apresentar o trabalho da Nsports, pioneira na transmissão esportiva via streaming no Brasil. Estamos cientes da responsabilidade de levar para cada brasileiro toda a emoção desta cobertura especial em Tóquio”, disse o executivo.

Desde que foi lançado, o Canal Olímpico do Brasil teve em média 37 minutos de permanência de cada espectador, sendo 13 milhões de minutos assistidos no total. Com a chegada do app, o COB espera um crescimento ainda maior.

“Acredito que ainda vamos crescer bastante. Queremos mostrar algo que ninguém vê, seja a operação de uniforme, a alimentação, o momento de relaxamento dos atletas, a interação das equipes. Tem muita coisa bem saborosa”, finalizou Manoela.

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) aproveitou o início dos Jogos Olímpicos de Tóquio para lançar o aplicativo do Canal Olímpico do Brasil, feito em parceria com a NSports. O app terá todo o conteúdo que tem sido produzido pela equipe da plataforma de streaming diretamente do Japão, com a cobertura de todos os atletas do Time Brasil nas nove diferentes bases no Oriente.

O aplicativo, naturalmente, não terá a transmissão das disputas, mas exibirá todos os bastidores e rotinas dos atletas do Time Brasil. O conteúdo, que também está disponível no Canal Olímpico do Brasil na internet, traz desde as entrevistas coletivas dos atletas até boletins produzidos pela equipe contratada pelo COB para a cobertura dos Jogos de Tóquio.

“O Canal Olímpico do Brasil veio ocupar um espaço de protagonismo na relação do esporte olímpico brasileiro com seus fãs. Há uma incrível demanda reprimida, e o Canal vem cumprir essa lacuna com muito conteúdo e interação. Os números do primeiro semestre mostram isso e nossos parceiros entenderam essa grande oportunidade de engajamento com o público através da nossa plataforma. O melhor é que estamos apenas no começo desse projeto tão encantador e desafiador”, afirmou Manoela Penna, diretora de comunicação e marketing do COB e colunista da Máquina do Esporte.

Site do Canal Olímpico ganhou versão de aplicativo
Reprodução