Tóquio-2020

Olimpíada de Tóquio pode adquirir lote de vacina contra a Covid-19

por Redação
A
A

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, não descartou a possibilidade de buscar um fornecimento de doses de vacina contra o coronavírus para garantir a realização segura dos Jogos de Tóquio em 2021.

O alemão disse que visitará a capital japonesa entre 15 e 18 de novembro, sua primeira viagem para lá desde que os Jogos foram adiados por 12 meses em março devido à pandemia global.

publicidade
publicidade

Bach foi questionado se o COI pode procurar assegurar um fornecimento da vacina Pfizer ou qualquer outra que seja aprovada, e embora ele tenha enfatizado que os mais vulneráveis devem ter prioridade, ele deixou a possibilidade em aberto.

"Estamos em contato com a Organização Mundial da Saúde, e com vários fabricantes para sermos informados sobre o que está acontecendo a este respeito", disse ele em uma coletiva de imprensa após a recente reunião da diretoria executiva do COI.

"Há uma série de diferentes opções em consideração sobre como as vacinas podem ser disponibilizadas, mas antes de tudo a primeira onda de vacinação deve ser para as pessoas necessitadas, para os grupos de alto risco, para as enfermeiras, para os médicos e para todos que estão mantendo nossas sociedades vivas".

"Neste contexto, teremos mais discussões com todos os especialistas, os fabricantes, com os governos, com as autoridades sanitárias para ver como, com relação às vacinas, podemos garantir o ambiente seguro da melhor maneira possível para todos em Tóquio".

publicidade

Edição 2020 do Ayrton Senna Racing Day será individual e virtual