Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Tóquio 2020 / Azedou...

Record desiste de Pan-23 e caso vai parar na Justiça

Redação Publicado em 16/12/2020, às 13h30

Imagem Record desiste de Pan-23 e caso vai parar na Justiça

A Panam Sports, empresa responsável pelas vendas dos direitos de televisão dos Jogos Pan-Americanos, entrará com uma ação na Justiça contra a TV Record, pelo rompimento da emissora com a exibição do evento de 2023, que será realizado em Santiago, capital do Chile. 

As informações foram divulgadas pelo site "Inside The Games". Segundo a publicação, o principal motivo do rompimento foi a crise do coronavírus, especialmente com a alta do dólar durante este ano. A emissora ainda precisava arcar com US$ 9,8 milhões, o que, na cotação atual, representa cerca de R$ 50 milhões. Metade desse valor já estava atrasada; a outra parte seria uma parcela a ser paga este ano. 

O secretário geral da Panam, Ivar Sisniega, afirmou que o contrato assinado pela Record foi rompido no meio do ano. Segundo o executivo, o fim do acordo com a TV brasileira representa uma forte perda nas receitas do evento. 

"Perdemos parte da receita da TV Record, mas vamos garantir que o impacto econômico seja o mínimo possível. Acreditamos que a maior parte da receita virá em 2022 e 2023, pois este não é o melhor momento para vender os direitos dos Jogos Pan-Americanos", explicou o executivo.

A organização dos Jogos Pan-Americanos deverá, portanto, buscar novos parceiros para a transmissão no Brasil. No último evento, realizado em Lima, a Record já havia sido a detentora dos direitos de exibição do evento para o país.

Até o momento, a Record não se posicionou oficialmente sobre o assunto. A Máquina do Esporte procurou a assessoria de imprensa da emissora no início da noite de terça-feira (15). O canal não atendeu à reportagem. Assim que houver um posicionamento da emissora sobre o tema ele será publicado.

Pessoas posam para foto em frente à logomarca dos Jogos Pan-Americanos de 2023, em Santiago, no Chile (Foto: Divulgação)