Opinião: Perspectivas para 2022

Escrevo o meu primeiro artigo de 2022 com muito entusiasmo e esperança de vivermos um ano mais parecido com o que tínhamos até março de 2020. Muitas dúvidas ainda existem sobre o futuro da pandemia, mas estamos tentando rapidamente nos adaptarmos à nova rotina de incertezas.

A retomada das provas presenciais já acontece gradualmente e há um entusiasmo enorme de toda a comunidade esportiva. Neste último fim de semana, pelo menos duas provas de corrida de grandes organizadores aconteceram aqui na capital de São Paulo. Imagino que outras muitas em outras localidades do país.

E o que esperar para 2022?

Para nós, aqui no Strava, este será o ano do engajamento com a comunidade. Já contei em um artigo anterior sobre a importância do Brasil para a nossa operação. Somos o segundo maior país em número de usuários (chegando em poucos dias a 13 milhões de brasileiros na plataforma), mas, como toda operação 100% digital, ainda precisamos redobrar a atenção para aquela parcela de atletas inativos. Aqueles que por alguma razão pararam de usar o aplicativo.

Temos um calendário repleto de ações com criadores de conteúdo, atletas do nosso time local e patrocínios de algumas provas. Claro que todas as ações conectadas com lançamentos de novas funcionalidades e campanhas globais.

Essa semana colocamos no ar o nosso primeiro grande projeto em parceria com o canal Corrida no Ar. Uma ideia simples e poderosa. Chamamos o Sérgio Rocha, apresentador e líder do canal, para convocar toda a comunidade de corrida do país a sugerir rotas (Strava) de corrida. Em duas semanas, o Sérgio tem a deliciosa incumbência de selecionar uma rota que correrá junto ao atleta que fez a sugestão e a comunidade local. Essa é uma forma de, junto ao canal, desbravarmos o país e, claro, educarmos a comunidade sobre a nossa funcionalidade de ”rotas”. Todas as fases de aquecimento para a ação, escolha da rota e corrida na rota selecionada serão divididos no Clube Corrida no Ar no Strava e divulgados em episódios no canal no YouTube. Ao todo, serão seis ao longo de 2022.

Outra novidade que nos deixa animados é a inauguração do nosso ”container-office” na Ciclovia Rio Pinheiros. Também já comentei por aqui sobre o nosso patrocínio de 2019 ao projeto liderado pela Farah Service que tem desde então a gestão desse incrível espaço destinado aos ciclistas. No início de 2021, mesmo com todos os percalços da pandemia, decidimos ousar e, no lugar de um espaço de escritório tradicional de um coworking, optamos por começar a trabalhar perto da comunidade do ciclismo de São Paulo, em um contêiner na Ciclovia.

Iniciamos as obras em junho de 2021 e, no final do ano, nos mudamos! Temos um espaço pronto para ativações com nosso time de atletas do Brasil, clubes e assessorias parceiras. Trabalhar diretamente onde está o nosso consumidor é indescritível. Diariamente conseguimos coletar insights de produtos e ter um contato direto com quem consome o app.

Além dos projetos de conteúdo e da nossa presença na Ciclovia, temos também um calendário repleto de ações em provas físicas. No final de março, estaremos com grandes atletas do time Strava na Meia Maratona das Cataratas, em Foz do Iguaçu (PR); em abril, na Copa do Mundo UCI Mountain Bike em Petrópolis (RJ); e, em junho, em mais uma edição do L'Étape Brasil.

O ano de 2022 chegou nos deixando animados e, no que depender de nós, teremos um ano repleto de ações pensadas cuidadosamente para o atleta brasileiro.

Bem-vindo, novo ano!

Rosana Fortes é country manager do Strava no Brasil e escreve mensalmente na Máquina do Esporte