Abramovich é sancionado, venda é congelada, e Chelsea operará sob licença especial

O bilionário russo Roman Abramovich foi sancionado pelo governo do Reino Unido nesta quinta-feira (10). Com isso, o dono do Chelsea teve os ativos congelados, o que inclui a venda do clube, anunciada pelo próprio Abramovich na semana passada. A partir de agora, a equipe londrina só poderá operar graças a uma licença especial.

“As sanções de hoje obviamente têm um impacto direto no Chelsea e seus torcedores. Temos trabalhado duro para garantir que o clube e o futebol nacional não sejam desnecessariamente prejudicados por essas importantes sanções. Para garantir que o clube possa continuar a competir e operar, estamos emitindo uma licença especial que permitirá que os jogos sejam cumpridos, os funcionários sejam pagos e os titulares de ingressos possam assistir aos jogos, enquanto, crucialmente, privamos Abramovich de se beneficiar de sua propriedade do clube”, declarou Nadine Dorries, secretária de cultura do Reino Unido, em uma postagem no Twitter.

“Nossa prioridade é responsabilizar aqueles que permitiram o regime de Putin. Sei que isso traz alguma incerteza, mas o governo trabalhará com a liga e os clubes para manter o futebol sendo jogado, garantindo que as sanções atinjam apenas os pretendidos. Os clubes de futebol são bens culturais e a base de nossas comunidades. Estamos comprometidos em protegê-los”, completou.

Roman Abramovich é dono do Chelsea desde 2003 e sempre negou veementemente quaisquer vínculos políticos com o presidente russo Vladimir Putin e a atual elite governante da Rússia. Apesar disso, o governo do primeiro-ministro Boris Johnson tem tomado medidas duras contra o bilionário.

Nos últimos dias, os jornais britânicos citaram alguns possíveis interessados em adquirir o Chelsea. O bilionário inglês Nick Candy foi o mais recente, mas o magnata suíço Hansjorg Wyss e o investidor americano Todd Boehly também estariam na disputa. Agora, porém, todos eles terão que esperar o descongelamento dos ativos de Abramovich.

Dentro de campo, o Chelsea continuará atuando normalmente. Nesta quinta-feira (10), o time londrino enfrentará o Norwich, fora de casa, pela Premier League. No domingo (13), será a vez de receber o Newcastle. Na quarta-feira que vem (16), decidirá uma vaga nas quartas de final da Champions League diante do Lille, fora de casa.