Após Fortaleza e Sport, Win The Game assina contrato com Guarani em parceria com EY

Objetivo é reestruturar o clube, com implementação de governança, profissionalização da gestão e criação de novas receitas baseadas em inteligência de dados

A Win The Game, empresa de negócios das áreas de esporte e entretenimento que tem a holding da BTG Pactual como sócia, e a empresa de auditoria e consultoria EY Brasil anunciaram, nesta quinta-feira (23), a assinatura de um contrato de três anos com o Guarani, clube da primeira divisão paulista e que atualmente disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

O acordo tem como principal objetivo a reestruturação estratégica sobre as dívidas do clube, com implementação de governança (capaz de ampliar a transparência e o controle de riscos, de forma a tornar o clube mais atraente para patrocínios e parcerias comerciais), profissionalização da gestão e criação de novas receitas baseadas em captação e inteligência de dados (que ajudam a diagnosticar percepções, desejos e adversidades enfrentadas pelos torcedores nos canais comerciais do clube).

Pelo contrato, a Win The Game e a EY Brasil também apoiarão a administração do clube na ampliação do debate sobre a possibilidade de se constituir ou de se tornar uma Sociedade Anônima do Futebol (SAF) de forma a estar mais próxima do capital privado financeiro.

A parceria se assemelha bastante à fechada com o Sport há cerca de dois meses e meio. À ocasião, o Fortaleza também assinou contrato, mas apenas para a área de inteligência de dados. No caso dos dois times nordestinos, os acordos também serão válidos por três anos.

“O objetivo é desenvolver uma renovação partindo da estruturação do ambiente digital do Guarani. A partir de uma minuciosa análise de dados, vamos compreender melhor os anseios e desejos dos torcedores e demais stakeholders do clube, e com isso elaborar serviços e produtos que os atendam da melhor maneira possível. A Win e sua relação extremamente efetiva com o mercado financeiro pretende identificar e intermediar acordos de parcerias comerciais com marcas daqui e de fora do Brasil, ampliando a receita e expandindo os mercados em que o clube atua”, explicou Claudio Pracownik, sócio-fundador e CEO da Win The Game.

“Qualquer empresa que pense no longo prazo, visando garantir sua longevidade, precisa contar com uma boa estrutura de governança, um dos pilares fundamentais nesse processo. Estamos passando por um momento de transformação da indústria do futebol, com novos players e maior regulação, e o Guarani tem em mente um projeto de crescimento sustentável que parte de uma governança robusta”, destacou Pedro Daniel, diretor executivo para o mercado esportivo da EY Brasil.

Como uma das primeiras tarefas a serem cumpridas, as duas empresas farão um diagnóstico minucioso da estrutura atual do time de Campinas. A partir daí, serão traçadas estratégias em conjunto, considerando-se o estudo de padrões regulatórios, reportes públicos a interlocutores do mercado e análise de compliance, além do mapeamento da saúde financeira do clube.

“Para o Guarani, é uma satisfação muito grande atuar como parceiro da Win The Game/BTG Pactual e da Ernst Young neste projeto. O futuro do futebol brasileiro caminha com a modernização em todos os aspectos, e é isso que buscamos, com a profissionalização e organização de todos os departamentos do clube, contando com a expertise de empresas renomadas no mercado. Trata-se de um marco para a administração do Guarani”, resumiu Ricardo Moisés, presidente do Conselho de Administração do clube do interior paulista.