Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Negócios

Chelsea tem prazo até sexta-feira (18) para ofertas de potenciais compradores

Roman Abramovich, dono do clube, está impedido de receber por negociação

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 15/03/2022, às 11h10 - Atualizado às 11h14

Chelsea, do atacante alemão Kai Havertz, poderá receber ofertas de compra até a próxima sexta-feira (18) - Reprodução / Instagram (@chelseafc)
Chelsea, do atacante alemão Kai Havertz, poderá receber ofertas de compra até a próxima sexta-feira (18) - Reprodução / Instagram (@chelseafc)

Os potenciais compradores do Chelsea, atual campeão da UEFA Championg League e do Mundial de Clubes da FIFA, têm até sexta-feira (18) para apresentar proposta pelo clube londrino. O banco americano Raine Group é quem fará a gestão da venda.

Sancionado pelo governo britânico por suas ligações com Vladimir Putin, Roman Abramovich foi destituído da direção do Chelsea, colocando o futuro do clube em xeque.

Um dos possíveis compradores é Nick Candy, magnata do setor imobiliário. Torcedor do Chelsea, ele faria parte de um consórcio para adquirir o time. Há também possibilidade de grupos de Estados Unidos e Arábia Saudita fazerem oferta.

Apesar dos ativos de Abramovich estarem congelados, o Chelsea está operando sob uma licença especial para continuar “atividades relacionadas ao futebol”.

Uma venda rápida é vista como essencial para garantir o futuro imediato do Chelsea, mas o governo do Reino Unido deixou claro que nenhuma das receitas conseguidas pela venda poderá ir para o bolso de Abramovich.