Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Loterias

Governo Federal altera funcionamento da Timemania

Torcedor passará a indicar time de coração no momento da aposta

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 14/01/2022, às 15h42 - Atualizado às 15h44

A partir de agora, torcedor irá indicar seu time de coração no momento em que fizer a aposta - Divulgação
A partir de agora, torcedor irá indicar seu time de coração no momento em que fizer a aposta - Divulgação

O presidente Jair Bolsonaro assinou, nesta sexta-feira (14), o decreto 10.941 que altera o funcionamento da Timemania, loteria criada para ajudar os clubes a quitarem suas dívidas com o Estado.

O novo texto, também assinado pelo ministro da Cidadania, João Roma, estabelece critérios de participação e adesão clubes. A correção retira dos volantes times que não estão mais nas séries A, B ou C.

A partir de agora, 11% dos recursos arrecadados com as apostas serão divididos igualmente entre clubes das séries A, B, C e times de futebol profissional qualificados no ranking da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), até que se complete o número de 80 entidades de futebol profissional que figuram no volante de apostas. Antes, os 80 clubes eram fixos e a divisão favorecia mais os clubes da Série A.

Outros 11% dos recursos arrecadados serão destinados aos clubes conforme a proporção de apostas indicadas como “time do coração” em cada concurso. Antes, eram 2%. Assim, o torcedor, ao apostar e indicar o time de sua preferência, pode ajudar mais a agremiação. Em 2022, a relação dos times que passarão a estar presentes no volante de apostas será publicada até 31 de janeiro e adotada a partir de 2 de maio de 2022, época em que começa o Campeonato Brasileiro das Séries A e B.

Com a mudança, o governo espera maior engajamento e participação dos clubes na divulgação da Timemania. Ao mesmo tempo, o ganho de atratividade da Timemania tem potencial de repercussão na arrecadação do Estado com as apostas.

Para o governo, a mudança será importante especialmente pela atualização periódica de clubes participantes, ao mesmo tempo em que representará uma ajuda para os clubes com menor capacidade de arrecadação.

"A partir de agora, quem divulgar melhor a loteria entre os torcedores-apostadores vai ter resultado mais expressivo", afirmou Marcelo Magalhães, secretário especial do Esporte do Ministério da Cidadania.