Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Futebol / Guerra

Manchester United rompe patrocínio com companhia aérea estatal russa Aeroflot

Atitude vem a reboque de uma série de sanções impostas pelo Reino Unido à Rússia

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 25/02/2022, às 12h36

Aeroflot era transportadora oficial do Manchester United desde 2013 - Anna Zvereva / Divulgação
Aeroflot era transportadora oficial do Manchester United desde 2013 - Anna Zvereva / Divulgação

As repercussões no universo esportivo da invasão russa à Ucrânia continuam aceleradas nesta sexta-feira (25). Agora, foi a vez do Manchester United romper o acordo de patrocínio com a companhia aérea estatal russa Aeroflot.

A decisão foi tomada logo após o governo do Reino Unido ter proibido a empresa de adentrar no espaço aéreo britânico. Além disso, a Autoridade de Aviação Civil do país suspendeu a permissão de transporte estrangeiro da Aeroflot em solo britânico. As atitudes fazem parte do “maior e mais severo” pacote de sanções que o Reino Unido impôs à Rússia em toda a história.

“À luz dos eventos na Ucrânia, retiramos os direitos de patrocínio da Aeroflot. Compartilhamos as preocupações dos nossos fãs ao redor do mundo e estendemos nossas condolências aos afetados”, afirmou o clube, em comunicado oficial.

A Aeroflot foi anunciada como “transportadora oficial” dos Red Devils em 2013. De acordo com o site do clube, nos últimos nove anos, a companhia aérea forneceu “aconselhamento estratégico” sobre os preparativos de viagem da equipe e serviços de fretamento “sempre que adequado e necessário”.