Palmeiras já fatura R$ 4,5 milhões por mês com Avanti

Clube celebrou ter ultrapassado a marca de 80 mil associados neste final de semana

No começo do ano, quando Leila Pereira assumiu a presidência do Palmeiras, o clube estabeleceu como meta chegar a 120 mil associados no programa de sócio-torcedor Avanti. Neste final de semana, após mais uma vitória pelo Campeonato Brasileiro, o Palmeiras atingiu 80 mil cadastrados no programa.

O número simbólico será acompanhado por uma ação de marketing do programa de associados, que é gerenciado pela agência End to End. As camisas usadas pelos argentinos Merentiel e López na partida de estreia deles pelo Brasileirão serão leiloadas entre os sócios-torcedores.

“Após cinco anos, voltamos a bater a incrível meta de 80 mil Avantis. E está só começando...”, declarou a conta do programa no Twitter.

Desde junho, foram quase 20 mil novos associados, fazendo com que o clube alcançasse, atualmente, um faturamento de cerca de R$ 4,5 milhões por mês, segundo apurou a reportagem da Máquina do Esporte.

De acordo com o Palmeiras, toda a receita gerada pelo Avanti é reinvestida dentro do clube. Para ampliar o número de associados, o time tem criado campanhas de marketing e usado dois de seus maiores ativos, a presidente Leila e o treinador Abel Ferreira, para tentar atrair novos sócios. Abel, inclusive, prometeu entregar um presente ao associado se a meta de 120 mil torcedores for atingida.

“Temos quebrado recordes, temos feito história, e eu só vou ficar satisfeito e contente quando passarmos dos 120 mil. Tenho um desafio a vocês. Quando passarmos a marca dos 120 mil, sou eu, Abel Ferreira, que vou oferecer um presente ao sócio que passar essa marca. Já que vocês exigem, com todo direito, que nós continuemos a ganhar títulos, a ganhar jogos e batermos recordes, então, da minha parte para vocês, também tem um desafio”, declarou o treinador em abril, quando o programa celebrou ter alcançado os 60 mil associados.

A retomada do Avanti tem sido uma das maiores bandeiras da atual gestão palmeirense. Na pandemia, com os estádios fechados, o programa caiu para pouco mais de 30 mil associados, um dos menores números desde 2015, quando o Avanti teve seu primeiro salto, pouco depois da contratação do atacante Dudu.