Paysandu faz campanha contra pirataria e fatura R$ 500 mil com venda de camisa oficial

O Paysandu conseguiu um faturamento de cerca de R$ 500 mil com a venda de sua camisa oficial em uma campanha contra a pirataria. A tentativa de combater a falsificação do uniforme da equipe foi anunciada na última sexta-feira (25).

Intitulada “Tira pirata, veste Lobo”, em referência à marca própria do clube, o Paysandu promoveu uma liquidação do estoque da coleção Constelação, da temporada passada, incluindo as camisas de jogo, por apenas R$ 50. A ação aconteceu nas lojas oficiais do clube e em revendedoras por toda a Grande Belém.

A campanha foi idealizada pela marca própria do clube, a Lobo, e, segundo o Paysandu, teve o intuito de “garantir a experiência de adquirir o manto bicolor ao torcedor que nunca teve a oportunidade de comprar uma camisa oficial de jogo”.

Inicialmente, a campanha iria até o dia 9 de abril, mas os estoques devem acabar antes dessa data. A iniciativa também contou com um apelo pela doação de camisas piratas nas nove lojas da Lobo. Esse material será reciclado posteriormente.