De volta em meio à pandemia, Ímola renova com F1 até 2025

A Fórmula 1 anunciou, nesta segunda-feira (7), que o circuito de Ímola seguirá no calendário da categoria pelo menos até 2025. Conhecido antigamente como sede do Grande Prêmio de San Marino, o circuito voltou à F1 em meio à pandemia de Covid-19, com duas provas nos dois últimos anos. O nome oficial, no entanto, foi modificado para GP da Emilia-Romagna.

“Estou muito satisfeito por continuarmos nossa excelente parceria com Ímola para o Grande Prêmio da Emilia-Romagna até 2025. O circuito é icônico, faz parte da história do nosso esporte, e eles fizeram um trabalho incrível ao sediar duas corridas durante a pandemia. É um momento de orgulho para os nossos fãs italianos receberem duas corridas e para todos os nossos fãs ao redor do mundo verem este fantástico circuito no calendário para o futuro”, destacou Stefano Domenicali, presidente e CEO da Fórmula 1.

Batizado de Autódromo Enzo e Dino Ferrari, o circuito recebeu uma prova da principal categoria do automobilismo mundial pela primeira vez em 1980. Depois, se manteve no calendário até 2006, quando foi retirada. Nesse meio-tempo, a prova mais famosa por lá ocorreu em 1994, em um dos finais de semana mais trágicos da história do automobilismo, com as mortes do austríaco Roland Ratzenberger e do brasileiro Ayrton Senna.

Em 2022, o GP da Emilia-Romagna está marcado para o fim de semana de 22 a 24 de abril, sendo a quarta prova da temporada.

A F1 tem anunciado de tempos em tempos novos acordos ou renovações com alguns Grandes Prêmios para os próximos anos, entre eles Estados Unidos, Miami, Catar e Singapura. Na contramão, divulgou também o rompimento do acordo com o GP da Rússia por conta do cenário atual de guerra entre russos e ucranianos.