EXCLUSIVO: Dona dos direitos da Stock Car, Vicar lançará serviço de streaming da categoria

A Vicar, detentora dos direitos comerciais da Stock Car Pro Series, está formatando os detalhes finais para o lançamento de um serviço de OTT com a transmissão de todas as etapas da competição. Além das corridas, a plataforma terá conteúdos adicionais mostrando a preparação dos pilotos, os bastidores das provas e a resenha após as disputas. O serviço deve ser lançado em até um mês e meio.

“Teremos todas as nossas corridas ao vivo, incluindo as demais categorias que a gente produz, que são, além da Stock Car Pro Series, a Stock Series, o Turismo Nacional e a Fórmula 4 FIA Brasil”, contou Fernando Julianelli, CEO da Vicar, em entrevista à Máquina do Esporte.

Atualmente, a categoria é transmitida na Band (TV aberta) e no Sportv (TV fechada). Porém, a Vicar manteve os direitos de streaming da competição em suas mãos já pensando no novo negócio, que é bastante similar ao que a Fórmula 1 faz com a plataforma F1TV.  

“Quando compramos o negócio da Time for Fun [T4F], em 2020, fatiamos esses direitos para justamente termos essa grande liberdade de negociar com cada parceiro, com cada jeito de distribuir [os conteúdos]”, explicou Julianelli.

Modelo de negócio

A montagem do modelo de negócio para lançar a plataforma ao público está sendo feita pela Vicar em associação com a Watch Brasil. O hub de conteúdo foi fundado em 2018, com sede em Curitiba (PR), mas expandiu sua atuação por todo o país. Hoje, é parceiro de empresas como Paramount e Band.

Teremos todas as nossas corridas ao vivo, incluindo as demais categorias que a gente produz, que são, além da Stock Car Pro Series, a Stock Series, o Turismo Nacional e a Fórmula 4 FIA Brasil.

“A ideia é pulverizar e aumentar cada vez mais a possibilidade de onde vamos entregar os conteúdos da Stock Car, que tem muito mais coisa além da corrida. Quando você vai para o streaming, é preciso horizontalizar para valorizar a entrega do seu conteúdo”, disse Marcello Zeni, diretor de estratégia da Watch Brasil.

A startup trabalha com B2B (business to business), ou seja, desenvolve relações comerciais apenas com empresas, não participando diretamente de negócios no varejo. A Watch Brasil oferece aos provedores de serviços de internet a possibilidade de trabalhar com multimídia e fornecer assinatura de séries e filmes ao público.

Drive to Survive

Entre as iniciativas programadas pela Vicar está a criação de produtos audiovisuais mostrando o que está por trás das corridas da Stock Car Pro Series na linha do sucesso de Drive to Survive, que conta histórias do dia a dia dos pilotos da Fórmula 1.

A série documental da Netflix já está na quarta temporada e é sucesso entre o público mais novo, o que ajudou a rejuvenescer a base de fãs da principal categoria do automobilismo mundial. Com a Stock Car, a ideia é contar essas histórias do esporte a motor nacional para atrair as novas gerações. 

“A última coisa que o Drive to Survive exibe é a corrida. A série mostra toda aquela novela que está por trás da prova, a politicagem, o business. Acreditamos que haja um potencial muito grande para explorar isso também no streaming [da Stock Car]”, afirmou o executivo da Vicar.

Vamos criar documentários para contar a história da Stock Car. São 44 temporadas. Depois do futebol, talvez seja o evento esportivo mais longevo que temos no Brasil.

Histórico de provas

Também fará parte do acervo da plataforma o resgate das provas do passado e a história dos grandes pilotos e suas conquistas. Atualmente, a Vicar conta com uma equipe trabalhando em conjunto com o Centro de Documentação (Cedoc) da Band, que transmitiu a categoria de 1979 a 2001, para redescobrir esses vídeos. A tarefa tem sido árdua, porque havia muito material disperso e necessitando de organização.

“Inclusive há corridas da Stock Car maravilhosas narradas pelo Luciano do Valle. Parte dessas provas fomos encontrando. Muitos fãs também mandam materiais para nós”, revelou Julianelli.

Alguns fatores ajudam nesse resgate da história da categoria. Por sorte, os 19 pilotos que já foram campeões da Stock Car estão vivos. Desde Paulo Gomes, vencedor em 1979, hoje com 74 anos, a Gabriel Casagrande, de 28, dono do título de 2021.

“Estamos digitalizando todo o acervo. Desde a época do Chico [Serra, campeão em 1999, 2000 e 2001], Ingo [Hoffmann, dono de 12 títulos], e Paulão [Gomes]. Vamos criar documentários para contar a história da Stock Car. Querendo ou não são 44 temporadas. Depois do futebol, talvez seja o evento esportivo mais longevo que temos no Brasil”, afirma Julianelli.

“Imagina o que isso não pode render de fazermos documentários com eles contando a história da época romântica da categoria?”, questiona.