McLaren rescinde patrocínio da Bitci após oito meses de parceria

A McLaren rescindiu o acordo de patrocínio com a plataforma turca de criptomoedas Bitci após apenas oito meses de parceria. Em junho de 2021, a escuderia britânica havia fechado o acordo como sendo de longo prazo e vinculado ao lançamento de um fan token, chamado à época do “primeiro desse tipo” na Fórmula 1.

De acordo com o Sports Business Journal, a McLaren confirmou o término do relacionamento, mas não revelou o motivo da decisão. O fan token da escuderia ainda está sendo exibido no site da Bitci, que também não respondeu às indagações da publicação americana.

Este é o segundo acordo da McLaren que é encerrado sem chegar ao final do contrato. Em julho de 2021, havia sido a vez da parceria com a plataforma de engajamento de fãs Iqoniq, que acabou entrando em liquidação no fim do mês passado.

Vale lembrar que a Fórmula 1, por sua vez, possui um acordo no segmento de criptomoedas e blockchain com a Crypto.com. Na semana passada, a empresa fechou os naming rights do Grande Prêmio de Miami, que estreará no calendário em 2022, pelos próximos nove anos.

No Brasil, a Bitci possui acordo com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), além de Ceará, Fortaleza, Vitória e Sport. Na semana passada, chegou a acertar com o Botafogo, mas teve esse acordo rescindido por uma decisão do investidor John Textor, que encerrou todos os contratos de patrocínio do clube carioca nesta semana. No site da Bitci, no entanto, o fan token do time de General Severiano ainda pode ser encontrado.