Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte
Motor / Elétrica

Por carro elétrico, Maserati entra na Fórmula E

Montadora italiana faz caminho inverso de concorrentes e entrará na competição em 2023

Redação Publicado em 12/01/2022, às 07h37

Com Fórmula E, Maserati retorna a ter carros em competições de monopostos após quase 60 anos - Divulgação/Maserati
Com Fórmula E, Maserati retorna a ter carros em competições de monopostos após quase 60 anos - Divulgação/Maserati

A fabricante de automóveis italiana Maserati anunciou que se juntará à Fórmula E a partir da nona temporada, que começa em 2023 e marca a estreia dos carros da terceira geração do campeonato de monopostos elétricos.

A chegada da Maserati à Fórmula E marca o retorno do fabricante a competições de monopostos após 60 anos e a participação da primeira montadora italiana na competição, que conseguirá manter uma grande marca de carros na categoria. Em 2022, Audi, BMW e Mercedes deixarão a Fórmula E ao final desta temporada.

“Na corrida por mais desempenho, luxo e inovação, Folgore, nossa linha eletrificada, é a expressão mais pura da Maserati. É por isso que decidimos voltar a competir no Campeonato Mundial de Fórmula E da FIA, encontrando nossos clientes nos centros das cidades do mundo, levando a marca para o futuro. Estamos muito orgulhosos de estar de volta onde pertencemos como protagonistas no mundo das corridas”, disse Davide Grosso, executivo-chefe da Maserati.

Nos anos 50, a marca italiana foi uma das principais protagonistas da Fórmula 1. Agora, a chegada da empresa à Fórmula E tem como objetivo ajudar no desenvolvimento da tecnologia para ser aplicada aos carros elétricos. Até 2030, na Europa, os carros serão obrigados a deixarem de ter motor a propulsão.

É isso o que atraiu diversas montadoras para a Fórmula E desde o início da categoria, em 2014. Agora, algumas delas já estão fazendo o caminho inverso, de sair da competição após ter levado a tecnologia para seus carros de passeio.

 “Estamos muito satisfeitos por a Maserati se juntar à era Gen3 da Fórmula E e desempenhar um papel decisivo na reimaginação do futuro do automobilismo. A Fórmula E corre no coração das cidades mais emblemáticas do mundo e é seguida apaixonadamente por um público global. Nossos milhões de fãs ficarão emocionados ao ver a Maserati se alinhar no grid como uma das marcas de carros elétricos de elite do mundo”, celebrou Jamie Reigle, executivo-chefe da Fórmula E.