Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Acordo inédito levará Flamengo x River Plate a aviões e cruzeiros

Acerto da Conmebol é com canal Sport 24, exibido em 13 companhias aéreas

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 19/11/2019, às 08h46 - Atualizado às 11h46

Imagem Acordo inédito levará Flamengo x River Plate a aviões e cruzeiros

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) conseguiu um acordo inédito para a transmissão da final da Copa Libertadores 2019, entre Flamengo e River Plate. A entidade anunciou que, pela primeira vez, a decisão poderá ser vista ao vivo em aeronaves e cruzeiros internacionais.

LEIA MAIS: Final da Libertadores chegará a 169 países, aviões e cruzeiros

Por meio da FC Diez Media, empresa que comercializa os direitos de transmissão e de publicidade do torneio, a entidade conseguiu um acordo com o canal Sport 24. A decisão tem relação direta com algumas marcas que patrocinam a Libertadores. O canal Sport 24 tem parceria com a Mastercard, por exemplo, que também é patrocinadora do torneio.

Foto: Reprodução / Twitter (@LibertadoresBR)

Já a companhia aérea Qatar Airways, outra parceira da Conmebol, ficou à parte do negócio. Ao todo, 13 companhias aéreas exibem a programação do canal: AeroMexico, All Nippon Airways (ANA), American Airlines, Bangladesh Airlines, Cathay Pacific, Emirates, Etihad, Fiji Airways, Garuda Indonesia, Japan Airlines, Lufthansa, Thai e Turkish Airlines. Esta última terá ainda mais exposição dentro da partida, já que é a patrocinadora máster do River Plate.

O jogo entre brasileiros e argentinos será transmitido para um total de 169 países, além dos veículos em trânsito. A partida será disputada no próximo sábado (23), às 17h (horário de Brasília), no Estádio Monumental, em Lima, no Peru.

"Sem dúvida, o formato 'Single Final' (jogo único) desperta grande interesse dentro e fora das nossas fronteiras, gerando uma grande oportunidade de projetar o nosso futebol", disse Alejandro Domínguez, presidente da Conmebol.