Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Ajinomoto reforça projeto olímpico com apoio ao CPB

Marca japonesa já havia fechado com Comitê Olímpico do Brasil em março

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 07/05/2019, às 07h53 - Atualizado às 10h53

Imagem Ajinomoto reforça projeto olímpico com apoio ao CPB

A empresa de alimentos Ajinomoto ampliou o projeto de investimento em esportes olímpicos e anunciou uma parceria com o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) pouco mais de um mês após fechar com o Comitê Olímpico do Brasil (COB)

O acordo reforça o investimento de empresas de origem japonesa no esporte olímpico brasileiro. Como a próxima edição dos Jogos, no ano que vem, acontece em Tóquio, as marcas japonesas com forte atuação no Brasil têm procurado fazer investimentos em atletas e confederações no país. Até agora, apenas a Ajinomoto fechou com os dois comitês. A Toyota é outra marca japonesa a apoiar o CPB. Outras empresas, como a Nissan e a Mitsubishi, têm acordo com atletas brasileiros.

LEIA MAIS: Ajinomoto acerta title sponsor de torneio de judô em SP

"A partir de agora, reforçaremos ainda mais nosso apoio ao esporte nacional, apoiando também os paratletas brasileiros. Vamos aplicar a experiência que temos em nutrição e aminoácidos nessa jornada paralímpica. Queremos traduzir na prática nossa mensagem corporativa 'Alimente-se Bem, Viva Bem', ao lado desses grandes heróis", afirmou Masayoshi Kurosaki, presidente da Ajinomoto do Brasil.

Foto: Reprodução

O objetivo da companhia é alinhar o patrocínio ao CPB ao que já é feito no Japão. Lá, a companhia detém os direitos nominais do centro de treinamento e ciência do esporte do Comitê Olímpico Japonês (Ajinomoto National Training Center) e, desde 2009, utiliza sua tecnologia e know-how em nutrição e aminoácidos para conduzir atividades para melhorar a competitividade dos atletas olímpicos do país.

"O apoio de uma grande empresa como a Ajinomoto do Brasil nos enche de orgulho e reforça a seriedade do nosso trabalho para que cada vez mais os pódios sejam verde-amarelos", disse Mizael Conrado, presidente do CPB, em nota.