América-MG confia em manutenção para manter planos

Clube pretende estar na elite em 2012 para potencializar centenário

Clube pretende estar na elite em 2012 para potencializar centenário

O América-MG deixou a primeira divisão do Campeonato Brasileiro em 2001, quando ocupou a penúltima posição, e voltou à elite apenas nesta temporada, após nove anos afastado. Embora esteja atualmente no mesmo lugar de quando foi rebaixado, o clube está confiante em seguir no primeiro escalão para se estruturar.

A responsável por desenhar o planejamento estratégico a ser seguido nos próximos anos pela equipe foi a Cotta & Costa, agência de marketing esportivo fundada por Álvaro Cotta em 2005. À época, o executivo prestou serviços para o Atlético-MG, e hoje está empenhado em posicionar o América-MG no mercado esportivo.

"Nossos planos foram desenvolvidos para médio prazo e não contemplam apenas este ano, porque a próxima temporada será também o centenário do clube", conta o diretor da empresa. Para usufruir das oportunidades que tal efemeridade proporciona no marketing, diz ele, é importante seguir na primeira divisão nacional.

Por enquanto, na verdade, qualquer previsão sobre os futuros rebaixados à Série B soa prematura, e esse é o argumento usado por Cotta para esfriar as críticas causadas pelo mau desempenho em campo. "Está muito cedo para se pensar no cenário mais pessimista, até porque apenas 25% do campeonato foram concluídos", diz.

A sensação - não apenas do executivo, mas entre dirigentes da agremiação mineira - é que o América-MG ascendeu à primeira divisão antes de possuir estrutura financeira para tal. A reinauguração do estádio Independência em Belo Horizonte, prevista para 2012, é mais uma razão para querer estar na elite no ano que vem.