Anúncio olímpico no RJ ratifica aposta da GE

Presidente do comitê local e CEO da GE apresentam renovação de aporte

Presidente do comitê local e CEO da GE apresentam renovação de aporte

Para a multinacional General Electric (GE), o Brasil virou protagonista. A empresa havia anunciado em 2010 um projeto para lançar no país a quinta unidade de seu centro de tecnologia e inovação. Na esteira do plano, também revelou que deve investir US$ 550 milhões no país durante os próximos anos. E nesta sexta-feira, o Rio de Janeiro sediou o anúncio global da ampliação do patrocínio da companhia aos Jogos Olímpicos.

A associação da GE ao Comitê Olímpico Internacional começou em 2006, quando Turim sediou os Jogos de inverno. O contrato anterior já abrangeria Londres-2012, e a parceria foi estendida até 2020. Com isso, a companhia será uma das patrocinadoras internacionais do Rio-2016.

A escolha da cidade como sede do anúncio foi emblemática. Em 2011, a GE estima aumentar em 30% a receita da companhia no mercado brasileiro – a empresa cresceu 12% no país durante o ano passado.

Diante do cenário otimista, o presidente e CEO da marca na América Latina, Reinaldo Garcia, admite que a meta trienal de investimentos que a empresa divulgou no ano passado pode ser revista e ampliada além dos US$ 550 milhões.

“Esse número pode crescer, sim. Temos tido uma demanda grande em vários setores, e o crescimento tem sido ainda maior do que nós pensávamos”, reconheceu Garcia nesta sexta-feira, depois do anúncio da extensão do patrocínio ao COI.

É essa aposta enfática no mercado brasileiro que justifica a escolha do Rio de Janeiro como sede do evento desta sexta-feira. A GE é parceira dos Jogos Olímpicos para suprimento de energia e desenvolvimento de novas tecnologias.

“Nosso patrocínio abrange a área de infraestrutura, e esse é um dos segmentos em que a GE é reconhecida no mundo todo. Esperamos poder prover toda essa base para a realização dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, mas também queremos deixar um legado importante para a cidade e o país”, disse Jeff Immelt, presidente e CEO global da companhia.

A GE não revelou valores envolvidos na ampliação do vínculo com o COI. A empresa usa como base a receita obtida por ela com os Jogos Olímpicos de 2008, realizados em Pequim, que ficaram em torno de US$ 1 bilhão. Em 2016, o evento também terá como sede um mercado emergente. Para a multinacional, a import"ncia disso já está bastante clara.

* O repórter viajou ao Rio de Janeiro como convidado da GE.