Após Penalty, LNB negocia com Powerade

Entidade pretende fechar negócio até novembro de 2010

Entidade pretende fechar negócio até novembro de 2010

Depois de oficializar a Penalty como nova fornecedora de materiais esportivos, a Liga Nacional de Basquete (LNB), organizadora do Novo Basquete Brasil (NBB), principal torneio nacional da modalidade, negocia novo acordo com a Powerade. Apesar de ainda não haver documento assinado, espera-se que a empresa seja a fornecedora oficial de isotônicos da liga.

O interesse da Powerade, marca pertencente à Coca-Cola, pelo basquete brasileiro indica esforços da empresa em fazer frente à principal concorrente, Gatorade, controlada pela Pepsi. As fabricantes de isotônicos têm travado acirradas disputas no mercado esportivo.

Durante a Copa do Mundo da África do Sul, por exemplo, a Coca-Cola se empenhou na difusão da marca Powerade, por meio de patrocínio à Fifa. A Gatorade, por sua vez, fechou aporte à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) durante o mesmo período.

A nível internacional, no basquete, a Gatorade patrocina a NBA, referência mundial entre ligas, e figuras de diferentes gerações, como Kevin Durant, campeão mundial mais jovem, aos 21 anos, e Michael Jordan, um dos principais jogadores da história.

No Brasil, o acerto entre Powerade e LNB ainda representaria mais uma demonstração de fortalecimento da liga, que inicia na próxima sexta-feira (29) a terceira edição do NBB. O intuito de dirigentes da entidade é fechar negócio até novembro deste ano.

Na última terça-feira (26), a LNB oficializou o acordo com a Penalty, nova fornecedora de materiais esportivos do NBB, antecipado pela Máquina do Esporte. A marca da empresa, bem como se negocia com a Powerade, estará presente em todas as partidas do torneio, em placas espalhadas pelos ginásios.