Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Após Twitter, Brasileirão Feminino será exibido pela Band

Acordo entre entidade e TV aberta ainda inclui categorias de base masculinas

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 03/05/2019, às 07h23 - Atualizado às 10h23

Imagem Após Twitter, Brasileirão Feminino será exibido pela Band

O crescimento do futebol feminino no Brasil começa a alcançar a grande mídia. Após a CBF anunciar um acordo com o Twitter para a transmissão do Brasileirão da modalidade, agora é a vez de a Band levar, para a TV aberta, as disputas das séries A1 e A2 da categoria. Na noite desta quinta-feira (2), a entidade anunciou um acordo com a emissora por três anos. Além das modalidades do futebol feminino, o contrato envolve torneios de categorias de base do masculino.

Foto: Reprodução / Twitter (@Flamengo)

"Nós estávamos com uma expectativa muito grande de retorno do futebol brasileiro à Band. Para nós, apoiar as divisões de base, que trazem os craques do presente, e ter como um grande foco o futebol feminino é uma bandeira que fazemos questão de carregar. Firmamos uma parceria muito grande com a CBF e um dos objetivos da entidade é fazer com que o esporte feminino chegue ao nível de visibilidade do futebol masculino. Vamos trabalhar muito para isso", afirmou o diretor de esportes da Band, José Emílio Ambrósio, ao site da CBF.

Pelo acordo com a entidade, a Band terá direito de exibir um jogo por rodada, a ser escolhido entre uma das duas competições. O Brasileirão Feminino da Série A1 encerra na tarde deste sábado (4) a sétima rodada. Já a Série A2 está na quinta rodada.

"A CBF abraça o futebol feminino criando as ferramentas e as condições para que ele se desenvolva. Nada melhor para uma competição ter ao lado uma emissora do tamanho da Band, que sempre acreditou no futebol feminino e sempre foi uma entusiasta do futebol", disse o diretor de competições da CBF, Manoel Flores.

O acordo com a Band dá mais força ainda ao futebol feminino. Neste ano, os times que disputam a Série A do Campeonato Brasileiro masculino começaram a investir na criação de equipes femininas. Essa é uma das exigências feitas pela Conmebol para que as equipes possam disputar a Copa Libertadores, o que fez com que o Brasileirão fosse ampliado. A Série A1 tem 16 equipes, com destaque para Flamengo, Internacional, Santos e Corinthians. Já a Série A2 possui 36 times, separados em seis grupos, de acordo com a região do país.

LEIA MAIS: Band assina com CBF e transmitirá Brasileirão Feminino

Além do negócio envolvendo o futebol feminino, a Band fechou um acordo para transmitir as categorias de base. A emissora terá direito a exibir um jogo por rodada entre o Brasileiro Sub-20 e o de Aspirantes. A partir do ano que vem, a Copa do Brasil Sub-20 terá oito partidas transmitidas pela TV aberta. A Band vai mostrar ainda no segundo semestre deste ano os dois duelos decisivos da Supercopa Sub-20, que envolve os campeões de cada uma das competições (Brasileiro, que ainda está em disputa, e Copa do Brasil, que terá a final entre Palmeiras x Cruzeiro).