Atlético-PR cria campanha para aglutinar torcedores

Ídolos cederam respectivas imagens à nova campanha atleticana - Crédito Site oficial

Ídolos cederam respectivas imagens à nova campanha atleticana - Crédito Site oficial

O Atlético-PR lançou no fim da última semana nova campanha institucional. Sob o lema "Eu te sigo em toda parte", o clube paranense espera reunir torcedores, ainda abatidos com o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro ocorrida na última temporada. O plano é que essas pessoas sejam "aglutinadas", segundo dirigente da equipe, em passo que antecede o fortalecimento do quadro social.

"O grande objetivo da campanha é reunir novamente toda a torcida atleticana, que nos últimos tempos esteve dispersa, porque estamos em um novo momento no Atlético, com arena em obras para a Copa do Mundo, nova diretoria, nova visão", afirma Nelson Fanaya Filho, diretor de marketing rubro-negro. "Vamos lançar um grande projeto de sócios a partir de meados desse ano, e esse é o primeiro degrau de uma grande escada".

A campanha consiste em anúncios e vídeos produzidos pelo clube com a participação de ídolos do passado. Na peça inaugural, por exemplo, estão Nilson Borges, Alberto, Alex Lopes, Alex Mineiro e Rogério Corrêa. O "Eu te sigo em toda parte", por sua vez, foi extraído de gritos habituais da torcida atleticana, que em 2012, especificamente, não terá a Arena da Baixada, fechada para reformas.

Atualmente, o Atlético-PR possui 18 mil associados, mas esse número tem caído, ainda que lentamente, desde a queda para o segundo escalão nacional. Como o estádio, quando pronto, terá capacidade para 42 mil pessoas, limite muito superior aos 25 mil anteriores, o potencial em número de possíveis sócios-torcedores é maior. Até então, o quadro social não podia ser ampliado em função da limitação física da arena.

"Nós temos a meta ousada de, ainda em 2012, chegar a 30 mil sócios, e primeiro nós precisamos engajar os torcedores, inflar todo mundo, esperando que tenhamos uma boa campanha esportiva por todo o ano, para a partir daí subir os próximos degraus", antecipa o diretor atleticano à Máquina do Esporte. Apesar de o planejamento já estar bem encaminhado, o dirigente evita revelar quais serão as próximas atitudes a serem tomadas em curto prazo.