Avaí celebra triunfo com camisa assinada por Caio

"Nós temos de fazer um registro histórico", diz assessor de marketing

O Avaí precisava vencer. Com 40 pontos, permaneceria na zona de rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, então tinha de bater o Santos no estádio da Ressacada. A equipe visitante abriu dois gols de diferença, mas Caio, atacante celeste, marcou três vezes, virou a partida e levou cerca de 17 mil espectadores ao delírio. A missão do clube, após o jogo, é capitalizar essa história.

"Foi a vitória mais emocionante que a gente já viveu", conta o assessor de marketing, Sidnei Luiz Speckart, à Máquina do Esporte. "Nós temos de fazer um registro histórico, contar a história do último domingo. O "dia do fico", no jogo em que o Caio fez três gols, fechou um ciclo de três vitórias seguidas, algo imponderável. A torcida está enlouquecida, e tem todo o crédito", completa.

O objetivo é lançar série de camisas estampadas com o número um, em alusão à primeira divisão do campeonato nacional, e grafadas com a assinatura do atacante responsável por manter o Avaí na elite. Ainda não há previsão de quando o novo produto licenciado estará nas lojas, à disposição dos torcedores, mas a meta é levá-lo assim que possível, de maneira que o bom momento seja explorado.

Atualmente, o Avaí é um dos clubes brasileiros com maior portfólio de licenciados, com cerca de 1,6 mil produtos à venda, mas, com o triunfo mais recente, surge a necessidade de algo mais personalizado à ocasião. "Todo diretor de marketing diz que tem uma torcida apaixonante, inflamada, mas o que a nossa torcida fez nos últimos quarenta dias é épico", comenta Speckart.

O apoio dos fãs pôde ser sentido também nas bilheterias. Dono do segundo pior desempenho na venda de ingressos, acima somente do Grêmio Prudente, o Avaí lucrou R$ 39 mil na partida contra o Santos, muito acima de jogos anteriores. A média do clube catarinense no segundo turno nesse quesito, por exemplo, é de R$ 20 mil. O "dia do fico", portanto, não será esquecido tão cedo.