Avaí incentiva apostas na Timemania

O Avaí lançou campanha para incentivar torcedores a apostar na Timemania, desenvolvida pelo governo para facilitar o pagamento de tributos atrasados. No fim de cada jogo, pessoas que comprovadamente tiverem apostado concorrem a uma camisa usada durante o jogo, ainda suada. Por isso, a ideia é intitulada "Suor de Guerreiro".

"O torcedor pode simplesmente comprar uma camisa por R$ 139,90, mas nós oferecemos mais que isso", explica Sidnei Luiz Speckart, assessor de marketing do clube catarinense, à Máquina do Esporte. "Ganhar a camisa do jogador que lutou pelo time há alguns minutos agrega um valor inestimável ao prêmio".

Até agora, o assessor não consegue quantificar resultados da campanha, mas garante que tem sido bem recebida entre torcedores. Além do benefício gerado pela Timemania, ao acelerar o pagamento de impostos do time, a iniciativa ainda deve contribuir para aumentar público na Ressacada, estádio da equipe.

No primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Avaí é um dos clubes que menos arrecadou com bilheteria. Em dez jogos, arrecadou cerca de R$ 620 mil e somente R$ 380 mil desses foram efetivamente lucrados. Somente o Grêmio Prudente obteve resultados piores, ao embolsar R$ 300 mil.

"A maioria dos assentos é ocupada por sócios", lembra, porém, Speckart. O desempenho nas bilheterias é afetado por descontos dados aos filiados ao Avaí na compra de tíquetes. O time compensa a fraca venda de entradas com quadro social de 12 mil torcedores. Com base no preço médio cobrado e no número de associados, o clube catarinense arrecada aproximadamente R$ 900 mil mensais.