Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Bahia faz ação em homenagem ao "Novembro Negro"

Cada jogador usou o nome de um personagem negro histórico na camisa

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 05/11/2018, às 08h26 - Atualizado às 10h26

Imagem Bahia faz ação em homenagem ao "Novembro Negro"

O Bahia usou o jogo contra a Chapecoense, válido pelo Brasileirão, neste domingo (4), para fazer uma homenagem a 20 nomes no mês em que é celebrado o Dia da Consciência Negra no Brasil. A “escalação” foi divulgada nas redes sociais do clube, e cada jogador usou o nome de um personagem na camisa.

De acordo com o site da equipe, o mês de novembro “é dedicado à reflexão sobre a inserção do povo negro na sociedade brasileira, e a data exata (20/11) foi escolhida por coincidir com a morte de Zumbi dos Palmares, em 1695”.

Entre os nomes que foram lembrados estiveram o do próprio Zumbi, assim como a guerreira negra Dandara, o primeiro líder do Quilombo dos Palmares Ganga Zumba, o patrono da abolição da escravidão no Brasil Luis Gama e o mestre de capoeira Moa do Katendê, assassinado no último mês de outubro na Bahia.

Foto: Reprodução / Twitter (@ECBahia)

Esta não é a primeira vez que o Bahia faz uma homenagem específica a algum setor da sociedade brasileira. Ao longo de 2018, o clube já realizou ações em homenagem à luta dos povos indígenas (jogo contra o Atlético-PR), das pessoas com deficiência (Palmeiras) e das mães com filhos desaparecidos (São Paulo), assim como iniciativas contra intolerância religiosa, machismo e homofobia, entre outros temas.

Dentro de campo, a homenagem deu sorte. O Bahia venceu a Chapecoense por 1 a 0 e se afastou ainda mais da zona de rebaixamento na tabela de classificação.