Bradesco negocia patrocínio ao basquete brasileiro

O Bradesco está próximo de fechar um patrocínio à Confederação Brasileira de Basquete (CBB). A negociação já está em fase adiantada, tem cartas de intenção das duas partes e depende apenas de detalhes para ser oficializada.

A proposta do banco é um patrocínio até 2016, ano em que o Rio de Janeiro sediará os Jogos Olímpicos. A ideia do Bradesco é ter um espaço no uniforme da seleção brasileira de basquete até essa data.

Contudo, alguns detalhes ainda atravancam a conclusão do acordo. Um deles é a aprovação da Eletrobrás, principal patrocinadora da CBB, que atualmente é a única marca no uniforme além do fornecedor de material esportivo.

Também não existe definição sobre a fonte da receita. Existe uma possibilidade de o patrocínio ser realizado via Lei de Incentivo ao Esporte, mas isso não está definido.

Não existe um prazo final para a conclusão da negociação, mas a ideia do Bradesco é iniciar a exibição de sua marca no uniforme da seleção brasileira já no Mundial deste ano, na Turquia, entre os dias 28 de agosto e 12 de setembro.