Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

CBF reforça isenção na escolha das sedes

CBF reforça isenção na escolha das sedes

Erich Beting e Guilherme Costa em São Paulo - SP Publicado em 12/03/2009, às 13h00

Com alegações de ausência de pressa e minúcia na escolha, a Fifa adiou de março para maio a definição das 12 cidades brasileiras que receberão a Copa do Mundo de 2014. No entanto, a extensão do prazo não servirá para ampliar campanhas políticas internas das candidatas. Ao menos esse é o discurso repetido insistentemente por Ricardo Teixeira, presidente da Confederação Brasileira de Futebol e do comitê organizador do torneio. ?A Fifa fez uma série de visitas, análises e seminários nas cidades candidatas. Eles têm totais condições de decidir e esse parecer cabe apenas a eles. Nós não vamos interferir de forma alguma?, avisou Teixeira. A principal ação política do comitê organizador foi a ampliação do número de sedes da Copa de 2014. A Fifa pretendia realizar a competição em oito ou dez locais, mas os dirigentes brasileiros conseguiram convencer a entidade a aumentar para 12. Na escolha das sedes, porém, Teixeira brada isenção: ?A Fifa tem total autonomia para escolher. As cidades estão se preparando e se movimentando para receber a Copa do Mundo, mas essa não é uma decisão que cabe a nós?.