Com três ofertas, Botafogo espera definir fornecedor

A busca por um novo treinador não é a única preocupação do Botafogo na preparação para a temporada 2012. Ao mesmo tempo em que tenta definir o comando técnico do time para o próximo ano, a diretoria alvinegra tenta encontrar um fornecedor de material esportivo. Com três propostas na mesa, o clube espera resolver esse assunto até a próxima semana.

O Botafogo começou a atual temporada com material esportivo fornecido pela Fila. No entanto, a relação do clube com a empresa se deteriorou durante o ano, a ponto de a diretoria cobrir a marca da companhia no uniforme e acionar o departamento jurídico para romper unilateralmente o vínculo.

Desde o jogo contra o Atlético-GO, em outubro, o Botafogo tem disputado o Campeonato Brasileiro sem expor nenhuma marca de material esportivo. O contrato do clube com a Fila vai até 2013, mas a diretoria considera o assunto resolvido.

A alegação do Botafogo é que a Fila teria descumprido cláusulas do acordo. Por isso, além do rompimento, a equipe alvinegra cobra na Justiça uma indenização do antigo parceiro. A empresa do Grupo Dass, em fase de reformulação interna, ainda não comenta o assunto.

Após ter definido que encerraria a parceria com a Fila, o Botafogo foi ao mercado. A diretoria passou a ouvir propostas para a temporada 2012, e reduziu o grupo às atuais três conversas.

"É claro que a parte financeira vai ter um peso muito grande, mas estamos considerando o que as empresas podem fazer para levantar o nome do Botafogo nacional e até internacionalmente. Isso é o mais importante para nós agora", declarou Maurício Assumpção, presidente da equipe alvinegra.

A Máquina do Esporte apurou que uma das empresas que conversam com o clube é a Puma. No entanto, a negociação com a marca ainda não está próxima de um acordo.