Comerciante acha e vende cadeiras do Palmeiras

Cadeiras do setor numerado jogadas na concreto do Parque Antarctica

Cadeiras do setor numerado jogadas na concreto do Parque Antarctica

Acácio Miranda não é diretor de marketing do Palmeiras, mas vem conseguindo obter dinheiro transformando um artigo do clube que qualquer fanático gostaria de ter na sua sala: as cadeiras numeradas retiradas do Parque Antarctica. Ele achou os produtos abandonados em um depósito, comprou 150 e está revendendo.

O negócio foi divulgado nesta sexta-feira em reportagem do portal IG. Miranda, que começou comercializando cada cadeira por R$ 50, já vende os produtos por R$ 130.

O autor da ideia é um comerciante que trabalha com reciclagem de madeira e achou as cadeiras numeradas abandonadas em um depósito. Resolveu comprar uma para o seu sobrinho e, percebendo que mais pessoas poderiam se interessar, levou 150 modelos - desembolsou R$ 25,00 em cada.

O comerciante percebeu o que o departamento de marketing deixou passar em branco. “É um material muito bom, por isso me interessei. Mas aí eu vi que ele tinha também uma história”, afirmou Miranda em conversa à Máquina do Esporte. Em apenas três dias acabaram-se as 150 unidades.

Agora, o comerciante tenta encontrar novas cadeiras.

“Uma pena eu não ter comprado mais, agora tudo já deve ter virado sucata”, lamentou Miranda, que obteve um lucro próximo a R$ 15.000,00.