Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

DAZN aproveita e pega vácuo da Globo com Paranaense

Negócio é primeiro "legado" do menor investimento da Globo nos Estaduais

Erich Beting - São Paulo (SP) Publicado em 17/12/2019, às 07h46 - Atualizado às 10h46

Imagem DAZN aproveita e pega vácuo da Globo com Paranaense

A plataforma de streaming DAZN fez barulho no mercado ao anunciar, nesta segunda-feira (16), um acordo para transmissão exclusiva do Campeonato Paranaense de 2020. O negócio é o primeiro "legado" da desistência da Globo de continuar a investir em transmissões de campeonatos estaduais.

LEIA MAIS: DAZN diminui mensalidade e terá Paranaense com exclusividade

Além de fechar acordo com o seu primeiro estadual de futebol no país, o DAZN também anunciou uma redução no custo da assinatura mensal da plataforma. Em vez dos R$ 37,90 dos primeiros meses de operação no Brasil, o acesso custará agora R$ 19,90 mensais, aproximando o DAZN dos demais streamings do mercado.

LEIA MAIS: Análise: Estadual é meio para o DAZN ganhar tempo

"Já temos um grande número de brasileiros dentro da plataforma e alcançamos recorde de downloads em apenas sete meses de operação. Estamos muito otimistas com a velocidade e a escala de crescimento que ganharemos com o novo preço de R$ 19,90 por mês. Seguiremos investindo em conteúdo de qualidade para os nossos assinantes e a chegada de uma competição com a importância do Campeonato Paranaense reforça nossas intenções no país", declarou Bruno Rocha, vice-presidente executivo do DAZN no Brasil.

Athletico Paranaense foi o campeão do Estadual em 2019 (Foto: Reprodução)

Com o Paranaense, a plataforma de streaming aumenta ainda mais seu portfólio de futebol no Brasil, onde já tem os direitos da Série C do Brasileirão, Copa Sul-Americana, Serie A (Campeonato Italiano) e Ligue 1 (Campeonato Francês). Recentemente, adquiriu também os direitos exclusivos dos Campeonatos Turco e Mexicano, além de ter transmitido sem concorrência a Libertadores 2019 feminina que terminou com título do Corinthians no último mês de outubro.

Já para os Estaduais, o apetite do DAZN por conteúdo pode ser um alento. No começo deste ano, o Campeonato Catarinense já havia perdido o contrato com a Globo e apostado, em uma parceria com a TV NSports, na criação de um modelo de pay-per-view pela internet do torneio. A expectativa é de que, até 2021, a Globo deixe de transmitir boa parte dos campeonatos estaduais. Para 2020, a emissora já reduziu o número de datas disponíveis na grade para a competição regional.

O streaming tem se tornado cada vez mais a alternativa para os torneios que têm perdido espaço na TV, seja ela aberta ou por assinatura. Um modelo similar ao do Catarinense foi adotado neste ano pela Copa do Nordeste. A competição regional ainda manteve jogos no Fox Sports e no SBT do Nordeste, mas abriu um PPV. Em 2020, uma parceria com o YouTube levará partidas de graça para a plataforma.