Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

ESPN terá "Super Weeks" e mais de 40 eventos até 1º de janeiro

Destaques são jogos ao vivo de ligas como Premier League, LaLiga, NBA e NFL

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 20/12/2019, às 17h43

Imagem ESPN terá "Super Weeks" e mais de 40 eventos até 1º de janeiro

Já está no ar desde a última quarta-feira (18) a programação especial de fim de ano dos canais ESPN, com dezenas de eventos esportivos ao vivo. Os destaques ficam por conta das quatro principais apostas da emissora em 2019/2020: Premier League, LaLiga, NBA e NFL.

Batizadas de "Super Weeks", as duas semanas que contemplam a reta final de 2019 começaram com o empate em 0 a 0 entre Barcelona e Real Madrid, o "El Clásico", que teve transmissão exclusiva da ESPN Brasil. Ao mesmo tempo, outros três jogos da Copa da Liga Inglesa também foram exibidas pela emissora. 

Foto: Divulgação / ESPN

No total, serão mais de 40 partidas ao vivo transmitidas no período. Na NBA, a rodada de Natal do dia 25 de dezembro terá quatro partidas exibidas pela ESPN, incluindo o clássico de Los Angeles entre Clippers e Lakers, às 22h. No dia seguinte, o foco será a Premier League, com a tradicional rodada do Boxing Day. Serão quatro confrontos ao longo do dia, entre eles Leicester x Liverpool, respectivamente vice-líder e líder do torneio, às 17h, na ESPN Brasil.

Já a NFL promete emoção nas duas últimas semanas da temporada regular que definirão as últimas vagas para os playoffs. Na penúltima rodada, por exemplo, destaques para os clássicos de divisão entre Buffalo Bills x New England Patriots no sábado (21), Philadelphia Eagles x Dallas Cowboys no domingo (22), e Minnesota Vikings x Green Bay Packers na segunda-feira (23). Todos valem alguma coisa para uma ou até para as duas equipes de cada confronto.

Este é o terceiro ano seguido que as "Super Weeks" são realizadas nas semanas derradeiras do ano pela ESPN. No ano passado, por exemplo, a programação impactou mais de 5 milhões de pessoas. No digital, houve quebra de recordes na quantidade de dispositivos que acessaram o WatchESPN e o ESPN App, aplicativos para transmissão simultânea e conteúdo mobile do portal ESPN.com.br, respectivamente.