Máquina do Esporte
Facebook Máquina do EsporteTwitter Máquina do EsporteYoutube Máquina do EsporteLinkedin Máquina do Esporte

Figueirense rompe com Topper e terá marca própria em 2020

Nome da nova marca, 1921, foi definido em votação da torcida na internet

Redação - São Paulo (SP) Publicado em 16/12/2019, às 15h00

Imagem Figueirense rompe com Topper e terá marca própria em 2020

O Figueirense será mais um time brasileiro a apostar em uma marca própria em 2020. O anúncio oficial foi feito no sábado (14), quando o clube também iniciou uma votação na internet para que a própria torcida definisse o nome da nova marca. Os votos foram computados entre a noite de sábado (14) e a manhã desta segunda-feira (16).

De acordo com o clube, o nome escolhido foi 1921, em alusão ao ano de fundação da equipe, com 30,56% dos votos. Furacão, com 20,92%, e Figueira, com 17,63%, ficaram na segunda e na terceira posições, respectivamente. O torcedor ainda teve outras três opções: Furacão 1921, FFC e FFC 1921.

Foto: Reprodução / Twitter (@FigueirenseFC)

Em comunicado, o Figueirense revelou também o próximo passo da estratégia comercial relativa à nova marca. Mais uma vez, a torcida terá papel fundamental, já que qualquer torcedor poderá usar a criatividade e enviar desenhos autorais dos novos uniformes por meio deste link. O torcedor precisa desenhar quatro peças diferentes: camisas de jogadores de linha número 1 (alvinegra), número 2 (branca) e ainda dois modelos para os uniformes dos goleiros.

O concurso terá início nesta terça-feira (17), às 12h, e será válido até as 16h da quarta-feira (18). Os materiais que forem enviados fora desse período serão desconsiderados. No final da tarde da quarta-feira (18), o clube divulgará os três finalistas, que irão para nova votação popular, entre as 19h de quarta (18) e às 18h de quinta-feira (19). O uniforme vencedor será anunciado na noite da própria quinta-feira (19).

A opção pela marca própria tem virado tendência entre os clubes de pequeno e médio porte do Brasil nos últimos anos. Em 2020, seis dos 20 times da Série A usarão a estratégia, um recorde histórico do torneio. O último a escolher esse caminho foi o Ceará que, assim como o Figueirense, encerrou uma parceria com a Topper e terá a "Vozão" no ano que vem. As saídas dos dois clubes serviram também para acabar de vez com o projeto da marca nacional no futebol.

Foto: Reprodução / Twitter (@CearaSC)