Fluminense fecha Brasileiro com recorde em bilheterias

Novo campeão arrecadou R$ 2,8 mi, mas lucrou "apenas" R$ 965 mil

Com vitória por 1 a 0 sobre o Guarani, o Fluminense conquistou o segundo título do Campeonato Brasileiro, após 26 anos de espera, e bateu recorde de arrecadação nas bilheterias. Ao todo, foram levantados R$ 2,8 milhões, cerca de 123% acima do melhor resultado nesse quesito até então, pertencente ao Corinthians, na 35ª rodada.

Do montante arrecadado, entretanto, o lucro obtido está no mesmo patamar de outros clubes. Como é praxe entre times cariocas, aproximadamente R$ 909 mil foram penhorados para pagamento de dívidas, enquanto outros R$ 984 mil foram gastos com despesas no Engenhão. Ambos os números superam os anteriores a nível nacional.

Ainda assim, os R$ 965 mil lucrados pelo Fluminense superam em muito o lucro médio entre todas as outras partidas disputadas enquanto mandante. A média do novo campeão brasileiro em verba arrecadada com bilheterias é de R$ 121 mil, cerca de 697% abaixo do número atingido no último jogo do torneio, quando o triunfo foi confirmado.

A título de comparação, nos outros embates decisivos realizados na última etapa, o Grêmio, que aguarda a final da Copa Nissan Sul-Americana para definir a classificação à Copa Santander Libertadores de 2011, lucrou R$ 668 mil. O Vitória, rebaixado à Série B do Nacional após empatar com o Atlético-GO, levou R$ 197 mil.