Globo pede, CBF altera jogo, e Portuguesa reclama

"Nós ligamos, chiamos, berramos, mas não teve jeito", diz presidente

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) alterou na última segunda-feira (14) a data da partida entre Portuguesa e Duque de Caxias, válida pela penúltima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Em vez de ser disputada no próximo sábado, como previsto anteriormente, ela acontecerá na sexta-feira, fato que irritou dirigentes do clube.

"Nós ligamos, chiamos, berramos, mas não teve jeito", afirma Manuel da Lupa, presidente da equipe paulista. Quem solicitou a alteração na tabela foi a Rede Globo. A emissora precisa transmitir algum jogo na noite de sexta, e como todos os jogos das duas últimas rodadas são simult"neos, escolheu aquele que não alteraria o futuro de algum time.

Apesar das reclamações da cúpula da Portuguesa, tanto o pedido da Globo quanto a decisão da CBF estão amparados pelo regulamento da Série B. Segundo o artigo 21, "todos os jogos das duas últimas rodadas do campeonato deverão ser simult"neos, exceto os que não estiverem correlacionados com situações de acesso e decesso".

Queixas à parte, quem terá de se adaptar à mudança é o departamento de marketing da equipe de origens lusitanas. Campeã da segunda divisão nesta temporada, a Portuguesa faria festa com trio elétrico e distribuição de brindes à torcida justamente no jogo contra o Duque de Caxias, no sábado. Agora, terá de renegociar alguns serviços.