Governo fecha patrocínio de R$ 9,9 mi a mineiros

Atlético-MG e Cruzeiro receberão 11 parcelas de R$ 900 mil cada

Atlético-MG e Cruzeiro receberão 11 parcelas de R$ 900 mil cada

Os três clubes de Minas Gerais que integram o Campeonato Brasileiro deverão ganhar nova marca nas respectivas camisas em breve. O governo do Estado mineiro decidiu compensar as perdas financeiras causadas pelo fechamento do Mineirão, atualmente em obras, com patrocínio de R$ 9,9 milhões para Atlético-MG e Cruzeiro.

O América-MG, por sua vez, receberá aporte inferior às 11 parcelas de R$ 900 mil a serem recebidas pelos adversários, mas esse valor não foi revelado. O governo irá inserir logotipo da Loteria Mineira abaixo do número, na parte traseira dos uniformes. Ainda não há data para a inserção da marca, mas ela deve ocorrer em outubro.

A negociação já foi concluída, e o acordo está em fase de análise de contratos. Por essa razão, os clubes já consideram o patrocínio como certo, sem possibilidades de malograr, embora os documentos ainda não tenham sido efetivamente assinados. As tratativas foram comandadas diretamente por presidentes das três equipes.

Desde que o Mineirão foi fechado para reformas, com a intenção de ser usado para sediar partidas da Copa do Mundo de 2014, os três rivais mineiros têm sofrido com a redução nas receitas. Mesmo depois de tentar jogar na Arena do Jacaré, no Ipatingão e no Parque do Sabiá, nenhum desses estádios se mostrou suficientemente lucrativo.

O plano inicial era que o estádio Independência, de posse do América-MG, fosse utilizado pelos três times durante o período de afastamento do Mineirão. Mas as obras na arena mineira, realizadas pelo governo estadual, atrasaram, e a previsão de abertura do local para receber jogos é somente para o primeiro semestre de 2012.